Botafogo usa titulares no 2º tempo, mas só empata com xará na Copa BR

  • Vitor Silva / SSPress.

O Botafogo tomou um susto nessa quarta-feira, diante do Botafogo-PB, na primeira rodada da Copa do Brasil. Com reservas, o time do técnico René Simões foi dominado na etapa inicial e foi para o intervalo com a derrota parcial de 1 a 0. No segundo tempo, o Alvinegro usou três titulares. Entre eles estava Bill, que marcou duas vezes e garantiu o empate por 2 a 2 com os paraibanos, que marcaram com dois de Rafael Oliveira.

As equipes voltam a campo no dia 16 de abril, quando definirão quem avançará para a segunda rodada da Copa do Brasil. Empates por 0 a 0 e 1 a 1 favorecem o Botafogo. A repetição do placar levará às penalidades. Daí em diante qualquer resultado igual favorece os paraibanos.

Fases do jogo: O técnico René Simões mandou um time misto a campo, poupando vários titulares como Jobson, Bill, Willian Arão, Thiago Carleto e Gilberto. Por conta disso, vários atletas que tiveram poucas oportunidades na temporada iniciaram a partida. O laboratório não deu nada certo. O Botafogo-PB não apresentou a fragilidade esperada e complicou a missão dos cariocas em João Pessoa.

Com a partida bastante disputada no meio campo, eram os donos da casa quem mandavam no jogo. Com toque de bola envolvente em algumas oportunidades, os paraibanos não tiveram qualquer dificuldade defensivamente, já que o Botafogo não conseguia chegar de maneira perigosa. Para piorar, o Botafogo-PB abriu o placar aos 12min. Rafael oliveira recebeu de frente para Jefferson, que nada pôde fazer: 1 a 0.

Após o gol, a partida ficou nivelada por baixo. O Botafogo até tentou o empate, mas esbarrou na péssima atuação de André Luiz, que não conseguiu dar sequência a quase nenhuma jogada. Em uma delas, ele ficou cara a cara com Genivaldo, mas demorou muito e perdeu grande oportunidade. A única outra chance foi em cobrança de falta de Élvis, que acertou o ângulo para boa defesa do adversário. E foi só.

René Simões identificou a fragilidade da equipe e tentou consertar no intervalo. Sacou Murilo e André Luiz para as entradas de Jobson e Bill. E as alterações foram suficientes para mudar a cara do Botafogo. Em menos de 3min, o Alvinegro já havia quase marcado com Jobson, que chutou em cima de Genivaldo. No lance seguinte, Bill aproveitou bobeada para chutar a bola nas mãos do zagueiro Pênalti convertido pelo próprio atacante: 1 a 1.

E a desenvoltura do Botafogo era completamente diferente da etapa inicial. A prova veio três minutos depois do empate. Jobson fez grande jogada individual e deixou Bill para marcar seu segundo na partida: 2 a 1. Melhor em campo, o Alvinegro só não ampliou por detalhe. Tomas bateu falta com muita categorias e acertou a trave. A resposta veio aso 18min, quando Rafael Oliveira acertou trave de Jefferson.

Quando a vitória parecia encaminhada, o Botafogo vacilou defensivamente. Após cobrança de escanteio, a bola quicou dentro da área e ninguém afasto. Melhor para Rafael Oliveira, que completou para o fundo das redes: 2 a 2. Após o empate, o Botafogo-PB cresceu e passou a pressionar o visitante. Mas não houve mais emoções. 

O melhor: Bill – O atacante foi o grande nome da partida. Junto com Jobson, ele mudou a cara do Botafogo e marcou dois gols, sendo decisivo para a vitória do Alvinegro.

O pior: André Luiz – atacante recebeu primeira oportunidade por conta dos inúmeros problemas com os titulares, entre lesões e cansaço muscular. Jogador foi muito mal e não deu sequência ás jogadas

Chave do jogo: A mudança de planejamento foi decisiva no jogo. No primeiro tempo, o Alvinegro poupou jogadores e foi dominado pelo Botafogo-PB, sendo derrotado parcialmente. Quando voltou com alguns titulares, o duelo foi outro. Bill e Jobson brilharam e deram a vitória ao time de René Simões.

Para lembrar: Jefferson mostrou estar empenhado com o Botafogo na atual temporada. Ele voltou de Londres diretamente para João Pessoa, onde defendeu a equipe na estreia da Copa do Brasil. Postura de ídolo.

BOTAFOGO-PB 2 X 2 BOTAFOGO

Local: Estádio Almeidão, em João Pessoa (PB)
Data e hora: 1º de abril de 2015, às 22h (horário de Brasília)
Árbitro: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Auxiliares: Flavio Gomes Barroca (RN) e Jean Marcio dos Santos (RN)
Cartões amarelos: Doda, Zaquel e Guto (BPB) Diego Giaretta e Murilo (BOT)
Gols: Rafael Oliveira, aos 12min do primeiro tempo; Bill, aos 3min e 6min, e Rafael Oliveira, aos 30min do segundo tempo.

Botafogo-PB
Genivaldo, Roberto Dias, Mauro Viana e Zaquel; Gustavo, Hércules, Guto, Doda (Bismark) e Alex Cazumba (Airton Oliveira); Juninho (André Cassaco) e Rafael Oliveira
Técnico: Marcelo Vilar

Botafogo
Jefferson, Luis Ricardo, Alisson (Willian Arão), Renan Fonseca, Jean; Giaretta, Fernandes, Tomas e Elvis; Murilo (Jobson) e Andre Luiz (Bill)
Técnico: René Simões

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *