Últimas

Cielo ganha prata nos 100 m livre e fica sem ouro no individual

Publicidade

Principal esperança de medalha da natação brasileira na Olimpíada do Rio, Cesar Cielo terminou o Troféu Maria Lenk, no Rio de Janeiro, sem medalha de ouro no individual.

A última chance de chegar ao lugar mais alto do pódio estava nos 100 m livre, neste sábado (11), mas Cielo só conseguiu a prata.

O nadador foi batido por Matheus de Santana, que fez a marca de 48s78. Já Cielo, que só conseguiu ouro em provas por equipe, como no revezamento 4 X 100 medley, neste sábado, chegou na segunda posição com o tempo de 48s97.

Vitor Silva/SSPress
O nadador Cesar Cielo durante prova no Troféu Maria Lenk
O nadador Cesar Cielo durante prova no Troféu Maria Lenk

O desempenho abaixo do esperado desagradou ao atleta, que afirmou que a natação brasileira terá que melhorar para disputar torneios internacionais.

“A prova de 50 metros foi aquela em que mais deixei a desejar. Foi uma semana cansativa. Hoje tivemos até um evento antes das finais que impediu que pudéssemos descansar após o almoço. Então, no final, só foi bom para treinar, mas a natação brasileira sai daqui sabendo que precisa melhorar para o Mundial”. O Mundial será disputado em agosto, na Rússia.

Sobre as próximas competições, o medalhista olímpico afirmou que os atletas brasileiros têm que usá-las como uma preparação para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Ele já declarou que não irá participar dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, que serão realizados no próximo mês de julho no Canadá.

“Acho que como um todo precisamos chegar melhor no Pan e nas próximas competições para entrar no ano olímpico com mais confiança e motivação”.

Sobre a chegada do primeiro filho, Cielo revelou que se assustou com a possibilidade de ele nascer durante o período de alguma competição.

“Quando soube pensei logo que poderia nascer em alguma competição, fiquei com medo de não estar aqui para ver, mas segundo os médicos o tubarãozinho virá no final do ano”.

Isto é Cesar Cielo

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *