Últimas

Cuba alerta para presença de opositores em C. das Américas

HAVANA, 7 ABR (ANSA) – “Organizações panamenhas” expressaram sua “preocupação” com o governo local por conta de “atividades convocadas” por opositores de Cuba e Venezuela durante a próxima Cúpula da Américas, que acontece nesta semana. Informações foram publicadas pelo jornal estatal cubano “Granma” nesta terça-feira, dia 7.   

O periódico citou uma carta aberta a chanceler panamenha, Isabel de Saint, enviada por agrupações populares, na qual advertem que os opositores e dissidentes têm como objetivo “ofender a dignidade dos chefes de Estado e as delegações oficiais de Cuba e Venezuela”.   

“Esclarecemos que não nos opomos à participação dessas pessoas nos fóruns da Cúpula, mas sim às atividades conspiratórias e manifestações públicas fora do evento, que têm uma intenção perversa, contra os dois países irmãos”, acrescentou a nota.   

Cuba – Rosa Maria Payá, filha do dissidente cubano Oswaldo Payá, foi detida ao chegar à capital panamenha no começo desta semana.   

Segundo Rosa Maria, ela foi alvo de revista, assim como sua bagagem, e teve sua agenda copiada por um agente. Além disso, ela foi informada que “será deportada a Cuba” caso cause problemas durante a Cúpula.   

A filha do dissidente disse que foi convidada para participar de um fórum civil que acontece entre os dias 8 e 10, em paralelo à reunião.   

Consultada, a chanceler panamenha disse que o episódio foi causado apenas “por um erro diplomático”.   

Payá ficou conhecido internacionalmente após ter recebido em 2002, o Prêmio Sakharov para a Liberdade de Pensamento, do Parlamento Europeu. Ele faleceu em 2013, aos 60 anos, em decorrência de um acidente de trânsito. Na época, Rosa María disse suspeitar das circunstâncias de sua morte. (ANSA)

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.
Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *