Últimas

Daniel Carvalho decide na estreia, e Botafogo vence Capivariano na Copa BR

No meio das finais do Campeonato Carioca contra o Vasco, o Botafogo levou o time reserva para entrar em campo pela segunda rodada da Copa do Brasil. Mesmo sem força máxima, o Alvinegro conseguiu triunfar por 2 a 1 diante do Capivariano. Após cancelar a aposentadoria, Daniel Carvalho fez sua estreia pelo clube de General Severiano e já foi decisivo, mesmo com poucos minutos em campo. Marcou o gol do triunfo, aos 42min do segundo tempo – Sassá abriu o placar e Marllon descontou para os donos da casa. A partida de volta será na próxima quarta-feira, no Engenhão.

Fases do jogo: Mesmo com o time reserva, o Botafogo era quem tomava a iniciativa do jogo. Logo aos 4min, Sassá foi derrubado dentro da área, mas a arbitragem não entendeu como lance faltoso. O atacante, no entanto, não se abateu e abriu o placar no lance seguinte. O estreante Diego, lateral direito formado na base, tocou de cabeça para o companheiro, que se antecipou ao goleiro e empurrou para as redes: 1 a 0.

O Capivariano mostrava ter muitas dificuldades e era envolvido pelo time b do Botafogo. Com Sassá envolvente e criando muitas oportunidades de gol, os visitantes estavam mais próximos do segundo gol do que do empate. E o segundo só não saiu porque Henrique estava impedido, após receber belíssimo passe de Airton e mandar para o fundo do gol.

O primeiro lance de perigo do Capivariano ocorreu aos 42min. Everton chutou forte, a bola quicou na frente de Renan, que colocou para escanteio. Após a batida, os jogadores do time do interior de São Paulo pediram penaltio em corte de Andreazzi, com o braço. O lance animou os donos da casa que patriram para cima do Botafogo até o intervalo.

No segundo tempo, os times mantiveram a escalação, mas a atitude foi diferete. Pelo menos o Capivariano, que passou a ter maior vocação ofensiva. Aos 4min, Rodolfo chutou da entrada da área e exigiu boa defesa de Renan, que só havia sido exigido no fim do primeiro tempo antes disso.

O Botafogo, por sua vez, não se encontrou no segundo tempo. Até que aos 19min o Alvinegro decidiu trocar Diego Jardel por Daniel Carvalho, que fez sua estreia após cancelar aposentadoria. Tássio também entrou na vaga de Henrique. As alterações não surtiram o efeito desejado e os visitantes acabaram chegando ao empate. Marllon aproveitou escanteio e de cabeça estufou as redes: 1 a 1.

Faltando 15min para o apito final, o jogo ficou mais aberto, com ambas as equipes com possibilidades de vitória. E nesse momento brilhou a estrela de Daniel Carvalho. O apoiador completou com categoria cruzamento de Gegê para definir o triunfo do Botafogo.

Chave do Jogo: A falta de qualidade técnica foi a tônica do jogo. Os poucos jogadores que conseguiam mostrar alguma intimidade com a bola se destacaram e colheram os frutos. Diego Jardel, por exemplo, superou o tempo fora dos gramados e teve bom desempenho no meio de campo, tornando-se uma boa opção para o técnico René Simões para os próximos jogos. Mesmo caso de Daniel Carvalho, que não pode atuar no Campeonato Carioca.

O melhor: Sassá – espécie de 12º jogador, o atacante não sentiu a pressão de comandar os reservas. Com muita velocidade, ele criou as melhores jogadas da equipe e foi coroado com um gol logo no início do jogo.

O pior: Douglas – goleiro do Capivariano não estava em um bom dia. Com as mãos não mostrou segurança e cometeu pênalti não marcado logo no início. Com os pés foi pior ainda e quase gerou outros gols para o Botafogo.

Para lembrar: O Botafogo foi a campo com um time completo de reservas. Todos os titulares da oartida contra o Vasco ficaram no Rio de Janeiro. Nem mesmo o técnico René Simões acompanhou a equipe no interior de São Paulo.

CAPIVARIANO 1 X 2 BOTAFOGO

Data: 29 de abril de 2015
Horário: 22h00
Estádio: Estádio Carlos Colnaghi, em Capivari (SP)
Árbitro: Leonardo Sígari Zanon (PR)
Auxiliares: Ivan Carlos Bohn (PR) e Daniel Cotrim de Carvalho (PR)
Cartões amarelos: Fernando Lombardi e Kleiton Domingues (CAP) Dieog Jardel (BOT)
Gols: Sassá, aos 9min do primeiro tempo; Marllon, aos 30min, e Daniel Carvalho, aos 42min do segundo tempo;

CAPIVARIANO
Douglas; Oliveira, Marllon, Fernando Lombardi e Pedro Henrique; Amaral, Everton Dias (Francis), Wigor e Kleiton Domingues; Romão (Willian Favoni) e Rodolfo
Técnico: Evandro de Souza

BOTAFOGO
Renan; Diego, Emerson, Alisson e Jean; Aírton (Dierson), Andreazzi, Gegê e Diego Jardel (Daniel Carvalho); Sassá e Henrique (Tássio)
Técnico: Alfredo Montesso

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *