Últimas

Dez detidos em confrontos registrados em Baltimore após toque de recolher

Dez pessoas foram detidas nesta quarta-feira, a maior parte por de desrespeitar o início do toque de recolher instaurado na cidade de Baltimore, no estado de Maryland, envolvidas também em novos confrontos com a polícia após protestos contra a morte do jovem negro Freddie Gray.

Apesar de o clima de violência generalizada da segunda-feira não ter se repetido, as autoridades tiveram que conter alguns distúrbios em bairros da cidade depois das 22h locais de ontem (23h de terça-feira em Brasília), horário limite para que todos estivessem em suas casas após determinação da prefeita Baltimore, Stephanie Rawlings-Blake.

Nesses locais, os manifestantes lançaram objetos contra os agentes, que responderam com gás de pimenta para tentar dispersá-los. Segundo as autoridades, era um grupo de pessoas com atitude “agressiva” que, além de atacar os policiais, iniciaram um incêndio próximo a uma biblioteca local.

“Os violadores do toque de recolher estão se recusando a seguir as ordens dos agentes da lei para abandonar a área”, indicou no momento dos confrontos o Departamento de Polícia de Baltimore em sua conta no Twitter.

No entanto, os distúrbios isolados já foram controlados, e o chefe da polícia de Baltimore, Anthony Batts, afirmou que a situação na cidade é estável.

Dois mil membros da Guarda Nacional e outros mil policiais patrulham desde ontem as ruas da cidade para tentar evitar uma repetição da violência de segunda-feira, que deixou vários agentes feridos e um rastro de destruição por Baltimore.

Os manifestantes foram às ruas após o funeral de Freddie Gray, que sofreu uma lesão na coluna enquanto estava sob custódia policial e não resistiu aos ferimentos depois de passar uma semana em coma no hospital.

Integrantes das forças de segurança de estados vizinhos como Pensilvânia, Nova Jersey e do Distrito de Columbia, onde está localizada a capital dos Estados Unidos, Washington, foram enviados à Baltimore para auxiliar nos trabalhos.

Em paralelo, também foram registrados confrontos na cidade de Ferguson, no Missouri, que já foi palco de grandes enfrentamentos entre a polícia e manifestantes por causa da morte do jovem afro-americano Michael Brown pelas mãos de um policial branco.

Uma pessoa acabou ferida após ser atingida por um tiro no protesto, realizado exatamente no local onde Brown morreu.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *