Últimas

Elias repudia gesto racista de uruguaio: "Só sinto pena"

Em nota, jogador quebra o silêncio e afirma que foi chamado de macaco na partida contra o Danubio

O volante Elias se manifestou publicamente sobre o gesto de racismo sofrido na noite desta quarta-feira, na partida contra o Danubio. Por meio de nota oficial, o jogador do Corinthians reafirmou os insultos feitos pelo uruguaio Cristiano González e avisou que “só sente pena” do colega de profissão.

“Antes da cobrança da falta, fui chamado de macaco pelo González. Após o gol, durante a comemoração, ele repetiu o insulto, desta vez com gestos imitando um macaco. Lamentável que episódios como este ainda aconteçam. E me revolta ainda mais por ter acontecido dentro do meu país, dentro da minha casa. Ele é muito novo ainda e espero que, com o tempo, mais maduro, perceba que o racismo é repugnante. Hoje, com a cabeça mais fria, não consigo sentir raiva, só pena”, disse.

O lance ocorreu aos 20 minutos do primeiro tempo da vitória do Corinthians por 4 a 0 contra o Danúbio, na Arena Corinthians, pela Copa Libertadores. “Quem você chamou de macaco?”, repetiu o atleta várias vezes.

#TamoJuntoElias pic.twitter.com/nHEp0eIPrS

— Corinthians (@Corinthians) 2 abril 2015


Fonte: Goal.com Matéria retirada do site Goal

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *