Emprego na indústria cai em um ano em todos os setores pesquisados

Publicidade

O emprego na indústria teve queda de 4,5% na comparação entre fevereiro de 2015 e o mesmo mês do ano anterior. Baixas ocorreram em todos os setores pesquisados pelo IBGE, com destaque para o de eletrônicos (veja detalhes abaixo).

O IBGE também aponta queda no número de horas pagas.

A queda de fevereiro é a 41º seguida, quando se considera a comparação entre um mês com o mesmo do ano anterior. Trata-se também do recuo mais intenso desde novembro de 2014, que foi de 4,7%.

Quando considerado o mês de fevereiro comparado com janeiro, a queda no contingente de empregados foi de 0,5% feitos os ajustes sazonais, informou o IBGE.

É a segunda queda consecutiva, sendo que em janeiro, o emprego industrial tinha recuado 0,2%.

SETOR DE ELETRÔNICOS LIDERA QUEDA

O setor com a maior queda na comparação com fevereiro de 2014 foi o de máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações, de 12,2%, seguido pelo de produtos de metal, que caiu 9,4%.

O setor de meios de transporte teve queda de 8,7%; o da indústria de transformação, 8,5%; o de calçados e couro, 7,1%; metalurgia básica, 6; o de vestuário, de 3,9%.

Os setores com as menores quedas no número de ocupados foram de papel e gráfica, com queda de 3% e alimentos e bebidas, de 1,3%.

NÚMERO DE HORAS PAGAS

O levantamento trouxe ainda que, em fevereiro, o número de horas pagas aos trabalhadores da indústria, já descontadas as influências sazonais, caiu 0,1% ante janeiro.

Na comparação com fevereiro do ano passado, houve redução de 5,2%, 21ª taxa negativa consecutiva neste tipo de confronto. No primeiro bimestre houve queda de 5,2% e, em 12 meses, recuo de 4,4%.

Já o valor da folha de pagamento real recuou 0,9% em fevereiro, ante janeiro, e cedeu 6,1% ante o mesmo período do ano passado. No primeiro bimestre, a queda equivaleu a 5,2% e, em 12 meses, a 2,5%.

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *