Últimas

Eufrásio Barbosa ganha assinatura da ordem de serviço próxima quinta

 (Nando Chiappetta/DP/D.A Press.)

O Mercado Eufrásio Barbosa, em Olinda, vai finalmente começar a ser reformado. O secretário de Turismo do estado, Felipe Carreras, informou que a ordem de serviço para início das obras será assinada na próxima quinta-feira (30), às 17h, no próprio mercado, pelo governador Paulo Câmara (PSB).

O secretário adiantou que o projeto deve ser concluído em 12 meses, mas não revelou o nome da empresa que vai executar o projeto. Serão investidos cerca de R$ 12 milhões. De acordo com Carreras, 60% dos recursos são do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e 40% do estado.

O espaço vai ganhar sala de exposição permanente, para arte popular de todo o estado; sala de exposição temporária; local para oficinas; mezanino com biblioteca digital dedicada, inclusive, a xiloteca (xilogravuras) e arte popular; sala multiuso; local para exposição de achados arqueológicos; sala da administração, apoio e reserva técnica.

Nos fundos será construído o cine teatro e um restaurante. Onde hoje funcionam os boxes haverá espaços para serviços e comidas típicas. Em cima dos boxes será construída área para feiras temporárias e itinerantes.

Além disso, o mercado deve receber revitalização dos sistemas acústico, de climatização e de iluminação. A estrutura de cobertas também será recuperada, assim como o piso. O pós-obra ficará sob responsabilidade da Prefeitura de Olinda, ou seja, a manutenção e definição de forma de uso.

Histórico – A reforma do espaço, instalado no bairro do Varadouro, se arrasta desde 2006. Por risco de desabamento do teto do salão principal, onde aconteciam shows, em agosto do ano passado o Eufrásio Barbosa precisou ser interditado definitivamente. No entanto, desde 2006 o mercado foi fechado para a requalificação, que nunca ocorreu.

A falta de infraestrutura afetou todos os locais do mercado. Atualmente, o espaço para shows, o Teatro Fernando Santa Cruz e os diversos boxes encontram-se em situação de abandono.

O Eufrásio foi construído nos séculos XVII e XVIII e abrigou a primeira Casa da Alfândega de Pernambuco. Entre 1894 e 1960, funcionou como a Fábrica de Doces Amorim Ltda. O mercado foi inaugurado em abril de 1990, com 28 lojas. O terreno ocupado pelo Eufrásio tem 6,5 mil metros quadrados.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *