Últimas

Fãs baleadas em show de Mumuzinho estão fora de perigo

Mumuzinho (Foto: Reprodução / Instagram)Mumuzinho (Foto: Reprodução / Instagram)

As duas fãs que foram baleadas na madrugada de domingo, 26, do lado de fora da casa de shows Armazém Beer, em Sete Lagoas (MG), quando acontecia um show do cantor Mumuzinho, estão estáveis e não correm risco de morte. A informação é do Hospital Municipal Monsenhor Flavio Damato. Segundo a assessoria do hospital, M.P.B.S, de 33 anos, que foi baleada no abdômen, foi operada no bloco cirúrgico e está em recuperação na UTI. Já R.C.F, de 23 anos, que levou um tiro de raspão nas costas, está internada aguardando exames.

De acordo com a comunicação organizacional da polícia militar de Sete Lagoas, houve uma briga dentro da casa de shows às 2h55 envolvendo cerca de oito pessoas, na maioria mulheres. O grupo foi colocado para fora pelos seguranças do local e duas pessoas – um homem e uma mulher – não aceitaram e retornaram acompanhadas de dois homens. Um dos indivíduos estava de posse de uma arma de fogo calibre 38 e efetuou cinco disparos. Um dos disparos atingiu M.P.B.S, de 33 anos, no abdômen, e o outro acertou R.C.F, de 23 anos, nas costas. O corpo de bombeiros e o Samu foram acionados. As vítimas foram encaminhadas para o Hospital Municipal Monsenhor Flavio Damato. Ainda segundo a assessoria da polícia militar, há suspeitos, mas nenhum deles foi encontrado ainda.

Show foi interrompido

Ao EGO, a assessoria de Mumuzinho disse que os músicos ouviram o som de tiros e decidiram interromper o show: “Logo na primeira música ouviu-se o som de tiros, houve muito tumulto e confusão. Para manter a integridade física dos músicos e do público eles decidiram remarcar o show.”

Algumas horas depois, Mumuzinho fez um post em seu perfil no Instagram lamentando o ocorrido e mostrando uma foto de todos os integrantes do grupo fazendo uma oração dentro do ônibus da banda. “Juntos e de mãos dadas estamos agradecendo a Deus por mais um livramento. Infelizmente por questões de segurança e alheias a nossa vontade, não conseguimos dar continuidade ao espetáculo. Estava ansioso para cantar para o povo de Sete Lagoas (MG), mas por orientações da polícia militar não foi possível. E em respeito aos meus fãs, espero voltar e cantar para todos vocês! #Deusnocomando”, escreveu.

A casa de shows estava alugada para um evento organizado pelo empresário Genilson Márcio. O empresário garantiu que já está vendo uma nova data junto ao agente de Mumuzinho.


 

Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *