Últimas

Fluminense muda estratégia e 'envelhece' elenco para o Brasileiro

  • Nelson Perez/Fluminense FC

    O volante Pierre, de 33 anos, foi um dos reforços do Fluminense para o Brasileiro

    O volante Pierre, de 33 anos, foi um dos reforços do Fluminense para o Brasileiro

Diante de uma nova realidade financeira após a saída da Unimed, o Fluminense apostou num elenco formado em grande parte por jovens e na contratação de um pacote apostas para o Campeonato Carioca. Os resultados na competição estadual, no entanto, fizeram com que o Tricolor mudasse de estratégia e focasse no ‘envelhecimento’ da equipe com a chegada de veteranos para o Brasileiro.

O perfil desejado pelo Fluminense pode ser observado pelas últimas movimentações da diretoria no mercado. O Tricolor já anunciou Pierre (33 anos) e deve apresentar o zagueiro Antônio Carlos (31 anos) nesta terça-feira, além da tentativa de repatriar o atacante Magno Alves (39 anos) atualmente no Ceará. Todos os três são mais velhos que a grande maioria do elenco do qual dispõe o técnico Ricardo Drubscky.

A mudança de comportamento no mercado tem como motivo a necessidade de aumentar a experiência do grupo, que hoje conta com menos veteranos que no passado recente. Se ainda conta com Fred, Gum, Wagner e Diego Cavalieri, o elenco tricolor perdeu nomes importantes como Rafael Sóbis e Conca, que tinham anos de casa, e atletas mais rodados como Valencia, Diguinho, Cícero, entre outros.

Até pelo perfil jovem do elenco, o Fluminense decidiu buscar agora jogadores de características diferentes dos contratados no começo de 2015. Na ocasião, o Tricolor trouxe sete atletas, todos ainda em busca de um espaço no cenário nacional: os meias Marlone e Vinicius, os laterais esquerdos Giovanni e Guilherme Santos, os zagueiros Victor Oliveira e João Filipe e o atacante Lucas Gomes. A própria diretoria deixa claro que quer reforços prontos para ajudar em campo.

“Se a gente encontrar, nas nossas carências, algo que esteja na nossa condição financeira e que venha ajudar, resolver o problema, algo que não seja uma aposta, vamos atrás. Caso contrário, preferimos aguardar uma melhor situação no mercado para trazer esses reforços”, explicou o diretor executivo de futebol do Fluminense, Fernando Simone.

A dificuldade de atuar com um elenco tão jovem foi demonstrada em alguns momentos do Campeonato Carioca. Promessas como Gerson, Kenedy, Marlon e Robert brilharam em partidas da fase classificatória, mas foram muito discretos em outras, até mesmo nos duelos decisivos com o Botafogo, que selaram a eliminação tricolor. O desempenho irregular da equipe, inclusive, quase custou a vaga nas semifinais, conquistada apenas na última rodada.

Provavelmente já com Antônio Carlos e Pierre disponíveis, o Fluminense volta a campo apenas no dia 9 de maio, às 21h, contra o Joinville, no Maracanã, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *