Últimas

Inter goleia 'La U' no Chile e fica a um empate das oitavas da Libertadores

Santiago, 17 Abr 2015 (AFP) – Com grande atuação de Nilmar, o Internacional goleou nesta quinta-feira a Universidad do Chile por 4 a 0 em pleno estádio Nacional de Santiago, e precisa apenas de um empate na última rodada para garantir a classificação às oitavas de final da Copa Libertadores.

O time gaúcho assumiu a liderança isolada do grupo 4, com 10 pontos, um de vantagem sobre o The Strongest, que enfrenta na próxima quarta-feira, no Beira Rio, e três sobre Emelec. ‘La U’ está eliminada.

Nilmar anotou o primeiro e o terceiro gol da partida, aos 9 e aos 31 minutos de jogo, dando assistência para o segundo, marcado por Eduardo Sasha, aos 12.

O camisa 7 também sofreu um pênalti no início do segundo tempo, mas D?Alessandro desperdiçou.

Valdívia, que entrou no intervalo, fez 4 a 0 aos 12, com um chute entre as pernas do goleiro Herrera, que também falhou de forma bisonha no primeiro gol e viveu um verdadeiro pesadelo.

O Inter teve uma das melhores atuações de um time brasileiro nesta edição da Libertadores.

Agora, basta um empate contra os bolivianos para assegurar a vaga. The Strongest derrotou o Colorado por 3 a 1 na estreia, mas desta vez não terá a vantagem de jogar na altitude de La Paz, onde tem 100% de aproveitamento, somando seus nove pontos nas três partidas que disputou em casa.

– Início arrasador -Em Santiago, o Inter assumiu logo as rédeas da partida e teve um início arrasador, vencendo por 2 a 0 com apenas 12 minutos de bola rolando.

Os dois gols saíram graças à forte pressão sobre a saída de bola adversária. No primeiro, o Colorado teve a ajuda do goleiro Johnny Herrera, que cometeu uma falha grosseira, dando a bola de graça para Nilmar depois de um recuo do zagueiro Corujo.

Com requinte de crueldade, Nilmar humilhou um ex-companheiro de clube, já que jogou com Herrera no Corinthians em 2006.

O segundo gol resultou de um contra-ataque letal puxado por D?Alessandro, que abriu na direita para Nilmar. O atacante deu um passe açucarado para Eduardo Sasha, que invadiu a área e tocou com categoria, na saída do goleiro.

‘La U’ tentou reagir aos 19 com Lorenzetti, mas o atacante não caprichou na pontaria.

O Inter continuava a mandar na partida, com boa organização defensiva e toque de bola envolvente, regido pelo ‘maestro’ D?Ale. Perdido em campo, o time da casa deixava muito espaço, com verdadeiras avenidas nas pontas, principalmente do lado direito.

Nessas condições, o terceiro gol não demorou a sair. Aos 31, Nilmar infernizou novamente a zaga chilena com sua velocidade e anotou seu segundo na partida.

O atacante recebeu de Alan Costa, e invadiu a área, no meio de dois jogadores, saiu driblando, quase perdeu a bola, mas o zagueiro Guzmán cochilou e deixou o camisa 7 finalizar colocado. Mais uma vez, o goleiro falhou, diante de um chute defensável.

– D?Ale se irrita -O massacre Colorado no Chile não parou por aí. O time gaúcho continuou impondo seu jogo no segundo tempo e Nilmar sofreu pênalti aos seis, mas Herrera fez grande defesa na cobrança de D?Alessandro. O argentino se irritou aos 28, quando foi substituído por Alex, porque queria se redimir desse pênalti perdido.

O lance incendiou a torcida e deu uma injeção de ânimo ao time chileno, que quase diminuiu logo em seguida. Ubilla ficou cara a cara com Alisson, mas Geferson voltou bem para desarmar o atacante na hora do chute.

‘La U’, porém, foi castigada poucos minutos depois, em mais um ‘frangaço’ do seu goleiro. Aos 12, Valdivia, que entrou no intervalo no lugar de Jorge Henrique, recebeu ótimo lançamento de Sasha, se livrou da marcação de Rojas e chutou entre as pernas de Herrera, aumentando o pesadelo do goleiro.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *