Últimas

Joquebede controla sua emoção ao ver Moisés entrar em sua casa junto de Miriã em Os Dez Mandamentos

(Divulgação/TV Record)
(Divulgação/TV Record)

Segunda-feira, dia 13 de abril

Moisés diz a Ramsés que não pode ajudá-lo a reconquistar Nefertari e que espera que ele entenda seus motivos.  Ramsés insiste e diz que ele é o único capaz de fazer com que ela o perdoe. Miriã discute com Joquebede e diz que não se casará com Hur só para ficar perto de Moisés. Amália sugere que eles fiquem apenas noivos, deixando-as surpresas com a sugestão. Ramsés pede perdão a Paser por tê-lo feito mentir para todos sobre sua saúde. Ele diz que assim que se casar com Nefertari o tornará Sumo-sacerdote. Paser agradece, mas diz que talvez Nefertari não queira mais se casar com ele. Ramsés diz em tom ameaçador que ela se casará com ele quer queira, quer não.  Moisés procura por Nefertari e diz que ela deveria perdoar Ramsés. Nefertari diz que ele não deveria estar ajudando Ramsés e braveja com ele, pedindo para ele confessar que a ama. Moisés não consegue esconder seus sentimentos e diz que a ama mais do que tudo na vida. Henutmire fica completamente encantada com a joia que Hur fez para ela. Yunet percebe o olhar apaixonado de Hur para a princesa. Hur conta para Henutmire que Moisés o procurou para falar da sua família hebreia e a deixa preocupada. Nefertari tenta beijar Moisés, mas ele a evita, deixando-a completamente frustrada. Henutmire flagra Disebek aos sussurros com uma serva. Moisés briga com Ramsés e diz que ele é quem tem que se resolver com Nefertari. Moisés vai atrás de Hur e ordena que ele o leve até a vila dos hebreus, deixando-o angustiado. Hur diz que o rei pode acusá-lo de traição e Moisés volta atrás, mas diz que não desistirá de encontrar sua família. Tuya descobre que Ramsés fingiu estar à beira da morte para conquistar Nefertari e vai até ele para tirar satisfações. Ramsés se desculpa para a mãe e implora para que ela não conte para Seti. Tuya o alerta e diz que o rei jamais permitirá que Nefertari seja rainha. Yunet trama um plano com Ramsés para que ele reconquiste Nefertari. Ramsés contrata um assaltante para surpreender Paser no mercado, enquanto ele fica à espreita para salvá-lo na frente de Nefertari. Nefertari caminha pelo mercado e se desespera ao ver Paser sendo ameaçado por assaltante com um punhal. Moisés vê a cena e corre para socorrer Paser.

Terça-feira, dia 14 de abril

Moisés salva Paser antes que Ramsés chegue para concretizar seu plano, e o deixa enciumado.  Disebek pede desculpas a Henutmire e diz que só tem olhos para ela, mas não a convence.  Bezalel choraminga com saudades da mãe e Uri diz que irá trazê-la para morar com eles no palácio.  Moisés e Bakenmut perseguem bandido pelo mercado.  Moisés se choca com Joquebede e fica bastante aflito ao ver que a derrubou. Joquebede olha incrédula para o filho e desmaia diante da emoção de tê-lo visto.  Ramsés consegue amolecer o coração de Nefertari e ela o perdoa, fazendo-o prometer que não mentirá de novo. Bakenmut captura o assaltante e lhe corta a garganta, temendo que ele entregasse o plano de Ramsés. Moisés fica penalizado ao ver a cena, mas Bakenmut diz que ele era um homem perigoso. Miriã socorre Joquebede e as duas ficam emocionadas ao se lembrarem do encontro com Moisés. Nefertari fica preocupara ao ouvir de Paser que Ramsés não aceitará um não como resposta ao seu pedido de casamento. Henutmire convida Hur para um passeio pelo Nilo e diz que ele tem sido um bom amigo. Disebek os vê juntos e fica enciumado. Leila se nega a ir para o palácio com Uri e ele diz que não permitirá que ela veja Bezalel, deixando-a desesperada. Ele a olha com carinho e não resiste, dando-lhe um beijo apaixonado. Moisés se lembra da serva misteriosa que o visitou na prisão e tem um estalo, desconfiando que ela seja sua verdadeira mãe. 

Quarta-feira, dia 15 de abril

Moisés mente para Henutmire e diz que não deseja mais saber sobre sua família hebreia. Uri fica mexido com o beijo e pede a Leila que aceite seu pedido para ficar no palácio. Leila diz que ficará uns dias e depois voltará com Bezalel para a vila. Apuki comemora o fim das obras e diz a Judite que o rei ficará impressionado com seu trabalho. Uri conta para Joquebede que Moisés pensa que sua verdadeira mãe está morta e a deixa em choque. Ele diz que Moisés anda preocupado com sua verdadeira família e que isso pode ser um risco para eles. Num dá uma represália em Arão e diz que seu plano de sabotar a obra irá prejudicar muitos inocentes.  Disebek diz a Henutmire que Moisés desconfia que Joquebede é sua verdadeira mãe e que ele pretende procurar por ela. Henutmire se desespera e diz a Disebek que eles têm de achar um modo de impedi-lo. Yunet provoca Leila e a chama de hebreia imunda. Leila não suporta as provocações e retruca, mas acaba levando um tabefe de Yunet. Henutmire flagra Yunet maltratando Leila e lhe dá uma bronca. Ela diz a Leila que punirá qualquer pessoa que a maltratar novamente, deixando Yunet furiosa.  Isabel segue o plano de Num e Arão e seduz Apuki, levando-o para seu quarto. Karoma consola Leila e diz que agora ela terá a proteção de Henutmire. Disebek ordena que Bakenmut vá novamente atrás de Joquebede. Isabel embebeda Apuki e o deixa completamente rendido. Moisés sonha com flashes do rosto de Joquebede e acorda muito assustado.

Quinta-feira, dia 16 de abril

Yunet se vinga e corta os cabelos de Leila enquanto ela dorme. Eliseba fica furiosa com Arão ao saber sobre seu plano de vingança contra Apuki. Arão diz que só está fazendo o que acha justo e que Moisés também irá se dar mal. Joquebede escuta a conversa e questiona Arão sobre o que ele fez, deixando-o em uma saia justa. Arão discute com Joquebede e diz que teve de viver sem o pai porque ele se sacrificou para salvar Moisés. Joquebede fica chocada com a frieza do filho e diz que ela e Anrão teriam se sacrificado por qualquer um dos filhos. Arão chora arrependido e se lembra dos momentos que passou com Moisés quando eram pequenos. Disebek faz Ikeni jurar que não contará a Moisés sobre sua tentativa de assassinar Joquebede. Arão vai com Num ao prostíbulo e encontra Apuki completamente bêbado e adormecido. Ele agradece à Isabel por colaborar com seu plano e diz que o rei ficará furioso ao vê-lo naquele estado.  Leila se assusta ao ver seus cabelos cortados e tem um ataque de fúria, partindo para cima de Yunet. Nayla aparta a briga, mas Leila diz que Yunet pagará pelo o que fez. Nefertari se abre para Karoma e diz que gosta de Ramsés, mas que seu coração pertence a Moisés. Uri se assusta ao ver o estado de Leila e ela diz que nunca se sentiu tão humilhada. Ela diz que irá partir para a vila com Bezalel, mas Uri a consola e tenta convencê-la a ficar. Arão e Num levam Apuki completamente bêbado para o local das obras do palácio. Moisés e Seti vão com sua comitiva até o local de obras para a inspeção final. Seti elogia Moisés por seu bom trabalho como arquiteto e pede para falar com Apuki. Apuki aparece completamente embriagado e deixa Seti furioso. Arão sorri ao ver que seu plano deu certo, mas Num fica apreensivo.

Sexta-feira, dia 17 de março

Seti manda que levem Apuki embora e ele chora bastante, humilhado.  O faraó dá uma bronca em Moisés e diz que ele deveria escolher melhor seus subordinados, deixando-o sem jeito. Henutmire encontra Bezalel aos prantos e Hur acaba confessando que Yunet fez mal à Leila. Moisés e Ikeni vão até a vila dos hebreus. Henutmire ordena que Yunet peça desculpas à Leila e a deixa furiosa. Joquebede e Eliseba ficam aflitas à espera de notícias sobre Arão e seu plano de vingança.  Judite se espanta ao ver Apuki sendo carregado por Arão, Num e Zelofeade. Eles mentem, dizendo que Apuki passou mal durante a visita do rei. Ramsés pergunta a Nefertari se ela esqueceu Moisés e ela muda de assunto, completamente sem jeito. Ramsés percebe que ela ainda ama Moisés e disfarça o ciúmes. Henutmire diz a Leila que ela terá de se vestir como egípcia para morar no palácio, mas que poderá continuar a cultuar seu Deus. Leila chora, ainda resistindo à transformação, mas agradece a Henutmire por estar sendo tão gentil. Disebek conta para Henutmire que Moisés foi até a vila dos hebreus atrás de informações sobre a sua família de sangue. Ela teme que ele descubra toda a verdade e chora, dizendo que não quer perder o amor de Moisés. Moisés encontra Miriã na vila dos hebreus e a reconhece. Ele pergunta pela senhora que a acompanhava no mercado e ela diz ser sua mãe, surpreendendo-o. Num discute com Arão e diz que seu plano de vingança está indo longe demais. Arão não lhe dá ouvidos e diz que ele não deveria defender Moisés nem Apuki. Leila se integra a vida no palácio e passa a ajudar Gahiji na cozinha. Ela diz para Karoma que tudo o que está fazendo é pela felicidade de Bezalel. Yunet faz um pedido de desculpas falso a Leila e lhe oferece um amuleto egípcio. Leila aceita o pedido de desculpas, mas diz que não pode ficar com o amuleto, pois ela não cultua deuses egípcios. Yunet finge estar ofendida e diz que o faraó não gostará de saber que existe uma hebreia preparando sua comida. Joquebede controla sua emoção ao ver Moisés entrar em sua casa junto de Miriã. Ele luta contra a emoção e pergunta o porquê dela ter se arriscado para vê-lo quando ele esteve preso. Bakenmut entra na casa de Joquebede sem ser notado. Ele surpreende Eliseba com uma faca no pescoço, pedindo para que ela fique quieta.

Fonte: R7.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *