Jurema Fox mostra versatilidade na música, televisão e no teatro

Foto: Luiz Amorim/E4 Filmes (Foto: Luiz Amorim/E4 Filmes)
Foto: Luiz Amorim/E4 Filmes

O bordão “Flavinho, meu amor” ganhou eco nas ruas do Recife. As primeiras palavras da drag queen Jurema Fox, ditas ao apresentador Flávio Barra em todas as matérias do Agora é hora (TV Clube/Record), são repetidas por quem esbarra com a personagem. “O reconhecimento aumentou muito, principalmente de crianças, que não esperava. Sou praticamente a ‘Rainha dos Baixinhos’”, brinca, em entrevista ao Viver. Com 16 anos de teatro, cinco da personagem e quatro com a Trupe do Barulho, o ator Reyson Santos respira as artes cênicas, a música e a televisão.

A experiência no programa fortaleceu a agenda de shows e valorizou o cachê. “É uma loucura a minha rotina. Eu não deixo de fazer teatro porque foi onde a Jurema começou. Não acho justo nem com a personagem, nem comigo”, ressalta. Em comemoração aos 24 anos da Trupe do Barulho, o intérprete estrela No truque da galinha morta, que estreia hoje, às 21h, no Valdemar de Oliveira, com ingressos no valor de R$ 50 e R$ 25 (meia). A peça aborda as dificuldades de um grupo teatral em fazer um espetáculo sem verbas. A companhia resolve montar uma estratégia, que dá título à produção.

Segundo ele, o espetáculo aborda um problema constante na trajetória do grupo. “Nesses 24 anos, a Trupe nunca teve apoio do governo do estado e nem de lei de incentivo. Sempre cai no velho preconceito de que teatro não pode ser só entretenimento”. Jurema – que também é cantora de eletrobrega – se prepara para lançar o primeiro DVD, no dia 31, no Planeta Show.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *