Últimas

Líder escocesa nega ter expressado preferência por Cameron como premiê

LONDRES (Reuters) – A líder do Partido Nacional Escocês (SNP, na sigla em inglês), que poderá ajudar a decidir quem governará a Grã-Bretanha após a eleição de maio, negou neste sábado que tenha dito reservadamente que queria que David Cameron permanecesse como primeiro-ministro em vez de seu principal rival.

O jornal Daily Telegraph noticiou que Nicola Sturgeon, cujo status pessoal subiu desde uma aparição em um grande debate na TV na quinta-feira, teria dito ao embaixador francês na Grã-Bretanha em fevereiro que preferia ver Cameron no poder no lugar do líder trabalhista Ed Miliband.

A questão é politicamente sensível porque as alegações podem ajudar o Partido Trabalhista, cujo voto na Escócia despencou na sequência de um ataque do SNP, com argumento de que a opção pelo SNP poderia levar a outro governo liderado pelos conservadores.

A reportagem do Telegraph foi baseada em um memorando que vazou, escrito no mês passado por um funcionário público britânico que havia falado com o cônsul-geral francês para obter sua versão do encontro entre Sturgeon e o embaixador.

No entanto, autoridades francesas envolvidas e Sturgeon, primeira-ministra da Escócia, disseram que as declarações estavam incorretas.

“Eu estou dizendo que esses comentários não foram feitos. O embaixador francês com quem eu estava falando disse que esses comentários não foram feitos”, disse Sturgeon à BBC TV.

(Por Michael Holden)

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *