Últimas

Metalúrgicos da Chery iniciam greve por tempo indeterminado

Publicidade

Trabalhadores da fábrica da montadora Chery, em Jacareí, no interior paulista, iniciaram uma greve por tempo indeterminado na manhã desta segunda-feira (6).

Eles pedem a equiparação pago pela fabricante chinesa aos salários praticados em outras montadoras, reclamam de trabalhadores terceirizados em excesso na unidade e das más condições de trabalho.

Segundo o sindicato, um trabalhador da Chery ganha hoje R$1.199, enquanto um funcionário da General Motors, que exerce a mesma função, recebe em torno de R$3,5 mil.

A Chery disse que não irá se pronunciar até apresentar uma nova contraproposta aos trabalhadores, o que deve ocorrer amanhã. A montadora informa que está negociando com os trabalhadores desde março, quando teve a primeira proposta rejeitada pela categoria.

NO BRASIL

A fábrica –a primeira da marca fora da China– foi inaugurada em agosto do ano passado. A produção, porém, começou em fevereiro deste ano.

A fábrica tem hoje 500 colaboradores e produz o hatchback Celer. A unidade deve também iniciar a produção do compacto QQ no segundo semestre.

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *