Últimas

Nas quartas, Palmeiras deve enfrentar Botafogo na segunda-feira. Entenda

Está encerrada a primeira fase do Paulistão; após empate o Ituano nesta quarta-feira, o Palmeiras vai encarar o Botafogo-SP nas quartas-de-final – a partida deve acontecer na próxima segunda-feira, no Allianz Parque.

Isso não chega a ser um problema para o clube: sua arena é a que tem a maior renda acumulada do campeonato (mais de R$ 16 milhões) até agora, e a segunda maior média de público (26 mil pessoas). Por isso, atuar no fim de semana em outro local seria pouco vantajoso.

Por motivos de segurança, a Federação Paulista de Futebol, o Ministério Público e a Polícia Militar, em conjunto, já haviam indicado que os três grandes da capital – São Paulo, Corinthians e o alviverde – não jogariam na capital no mesmo dia.

Inicialmente, o regulamento previa que o pior colocado dentre os três atuasse em outra cidade.  Nesse cenário, o Palmeiras, que se classificou na quarta colocação geral, com 31 pontos, jogaria fora da capital.

É preferência de todos os clubes, entretanto, jogar em seus estádios. Com isso, os órgãos prepararam as mudanças, que devem ser discutidas e acordadas em reunião nesta quinta-feira, na sede da entidade que comanda o futebol paulista.

Para evitar o acúmulo de datas, o Palmeiras jogaria na segunda-feira, às 21h, no Allianz Parque – ao contrário dos rivais, que estão na disputa da Libertadores, o alviverde não tem partidas no meio de semana, o que explica a ideia dos órgãos.

O São Paulo enfrentaria o Red Bull na tarde do sábado; o Corinthians enfrenta a Ponte Preta no domingo – o horário do jogo, porém, deve ser mudado, a pedido da Secretaria de Segurança Pública, para 11h, em virtude de manifestações populares marcadas para a tarde na capital.

Todos os pontos serão discutidos nesta quinta-feira por representantes da FPF, dos clubes e dos órgãos públicos. A tendência é de que o plano de ter São Paulo no sábado, Corinthians no domingo e Palmeiras na segunda seja acatado pelos cartolas.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *