Últimas

Nave russa que abasteceria ISS sofre problemas

Moscou, 28 Abr 2015 (AFP) – Uma nave russa Progress, não tripulada e que devia levar equipamentos à Estação Espacial Internacional (ISS), está com problemas em sua transmissão de dados – anunciaram as autoridades russas, que esperam conseguir acoplá-la ao posto avançado orbital dentro de dois dias.

A nave Progress transporta equipamentos científicos e suprimentos básicos, como água e comida, mas sua perda potencial não criaria um problema para os seis membros da tripulação a bordo da ISS, que contam com reservas para vários meses.

“A nave está em sua órbita, mas os dados telemétricos não estão transmitindo integralmente”, declarou um porta-voz do centro de controle russo.

Por isso, os controladores russos tomaram a decisão de mudar o plano de voo da nave.

A assessoria de imprensa da Roskosmos, a agência espacial russa, confirmou que a nave de carga estava com problemas de transmissão de dados, e que especialistas trabalhavam para resolver o defeito.

Mas a agência de notícias russa TASS, citando uma fonte da indústria aeroespacial, garantiu que a nave, lançada na manhã desta terça por um foguete Soyuz do cosmódromo de Baikonur (Cazaquistão), não conseguiu posicionar-se na órbita desejada por causa de uma falha no foguete.

O centro de controle russo, em seguida, explicou que o cargueiro se acoplaria à ISS em 30 de abril – o voo estava programado originalmente para durar seis horas.

A agência espacial norte-americana (Nasa) confirmou que a nave não estava respondendo e que o atraso no encaixe foi devido ao “reparo do sistema de nomeação” com a ISS.

A Nasa também disse em comunicado que a próxima tentativa de contato com a Progress foi agendada para quarta-feira às 21h50, horário de Brasília.

A Nasa também confirmou que o navio “não carrega nenhuma ajuda vital para o funcionamento da parte americana da ISS”.

“Os segmentos russo e americano da estação continuam a operar normalmente e têm reservas suficientes para ir bem além da chegada do próximo navio de abastecimento em junho”, informou a agência.

Trata-se da nave automática Dragon da empresa norte-americana SpaceX, cujo lançamento de Cabo Canaveral, na Flórida deve ocorrer até 19 de junho. A nave deve entregar cerca de 2,2 toneladas de materiais de experimentos científicos e suprimentos (alimentos, água…).

Em 2011, um foguete Soyuz levando uma nave de carga semelhante falhou e caiu na região siberiana de Altai (na fronteira da Mongólia com a China), logo após seu lançamento.

Três a quatro cargueiros Progress são lançados a cada ano, fornecendo materiais e suprimentos necessários para a vida na ISS. Após sua missão, eles caem e queimam na atmosfera acima do Oceano Pacífico.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *