Últimas

Papa publica convocação do Ano Santo Extraordinário

  • Maurizio Brambatti/Efe

CIDADE DO VATICANO, 11 ABR (ANSA) – O papa Francisco publicou neste sábado (12) a convocação do Ano Santo Extraordinário “Misericordiae vultus” na Porta Santa. Com isso, é introduzido o Jubileu da Misericórdia a partir do dia 8 de dezembro. Com o tema “Misericórdia como a do Pai”, que tem como base o Evangelho de Lucas, o sucessor de Bento XVI afirma que esse é “um programa de vida rico de alegria e de paz”. Para isso ele pede que todos tenham a capacidade de “escutar a Palavra de Deus”, assim podem “contemplar sua misericórdia” e assumi-la como próprio estilo de vida.   

No documento, o Pontífice estabeleceu que cada igreja, diocese e santuários tenham uma Ponta da Misericórdia, como a Porta Santa das basílicas papais, para que o Jubileu possa ser celebrado em nível local como “um sinal da comunhão de toda a Igreja”.   

Jorge Mario Bergoglio também indicou que, na Quaresma do Ano Santo, em 2016, serão enviados missionários da Misericórdia, aos quais será dada a “autoridade de perdoar também os pecados que são reservados à sede apostólica”, considerados mais graves.   

Chamando a corrupção de “prática podre da sociedade”, o Papa destacou que esse é “um grave pecado que grita contra os céus porque mina o fundamento da vida pessoal e social” de todos. O líder da Igreja Católica também fez um apelo “a todos os homens e mulheres que pertencem a grupos criminais de qualquer tipo”. “Para o vosso bem, eu vos peço que mudem de vida. Para todos, cedo ou tarde, vem o julgamento de Deus, que ninguém pode fugir”, destacou. – Para o mundo: Conforme manda a tradição, o Pontífice concedeu o documento aos quatro cardeais responsáveis pelas basílicas papais em Roma: o cardeal Angelo Comastri, arcebispo da Basílica de São Pedro (Vaticano), o cardeal Agostino Vallini, arcebispo da Basílica Lateranese, o cardeal James Michael Harvey, arcebispo da Basílica de São Paulo e o cardeal Santos Abril y Castelló, arcebispo da Basílica de Santa Maria Maggiore.   

Para alcançar, simbolicamente, a todos os bispos do mundo, Jorge Mario Bergoglio, concedeu uma cópia da convocação também ao prefeito da Congregação para os Bispo, cardeal Marc Ouellet, ao prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, o cardeal Fernando Filoni, e ao prefeito da Congregação das Igrejas Orientais, cardeal Leonardo Sandri.   

– O Ano Santo: O Ano Santo é um período em que a Igreja Católica concede graças espirituais aos fiéis, como a expiação dos pecados. Segundo a tradição, esse é um tempo em que é mais fácil para o cristão alcançar as bençãos de Deus. Ele também é uma espécie de chamado para que os que estão afastados da Igreja retomem sua vida religiosa.   

Tradicionalmente, esse rito é realizado a cada 25 anos. O último foi em 2000, portanto, o próximo deveria ser apenas em 2025. No entanto, um Pontífice pode convocar tal celebração por razões extraordinárias. Ele ocorrerá no período entre o dia 8 de dezembro de 2015 e o dia 20 de novembro.   

http://www.papafrancesconewsapp.com/por (ANSA)

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.
Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *