Últimas

Polícia investiga morte de estudante em Seropédica, na Baixada Fluminense

Rio – A Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense investiga a causa da morte do estudante universitário João Pedro Ramos, de 18 anos, que foi encontrado na noite de quinta-feira com vários cortes pelo corpo em seu apartamento. De acordo com o titular da especializada Fábio Cardoso, vizinhos do jovem contaram que ouviram barulho de vidro quebrando, minutos após de ele ter chegado em casa, depois de uma festa na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, em Seropédica, onde estudava.

João era filho do promotor Edel Luiz Nara Ramos Júnior, titular da Promotoria de Justiça de Nova Friburgo, na Região Serrana. O delegado vai aguardar o laudo da necropsia e o resultado da perícia do apartamento para dar prosseguimento às investigações.

“O vigia nos informou que o João chegou da festa sozinho e teve dificuldade de abrir a porta, provavelmente porque estava sob efeito de álcool. Quando ele escutou o barulho e subiu, viu que o jovem estava cambaleando e a janela estava quebrada. O vigia e outro vizinho chamaram o Samu, que demorou mais de 30 minutos para chegar. Ele foi socorrido e levado para um posto de saúde de Seropédica, mas não resistiu”, explicou o delegado.

Cardoso espera que as imagens de uma câmera externa do edifício onde João morava também vão auxiliar na elucidação do crime.

O universitário cursava o primeiro período de Engenharia Florestal na Universidade Federal Rural e havia começado as aulas há pouco menos de um mês.

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *