Últimas

Pré-venda do Xiaomi Mi Note Pro começa em 6 de maio no exterior

Da Redação do site Tudocelular.com.br

Xiaomi lançou sua nova geração de phablets no início de janeiro, renovando a linha de gadgets que preza o custo-benefício sem deixar o bom desempenho de lado. Entretanto, como noticiamos ainda nesta quarta-feira (15), somente agora ambos os integrantes da família renovada de dispositivos foram certificados no TENAA, órgão chinês com características similares as da ANATEL, permitindo, assim, que a comercialização da dupla seja iniciada no continente asiático. Ainda hoje, complementando as informações sobre a série de smartphones com tela avantajada, a empresa oriental confirmou a data de pré-venda no exterior.

Usando sua conta oficial no Weibo, maior rede social da Ásia, Xiaomi marcou o começo da pré-venda para o dia 6 de maio. Daqui a algumas semanas, quem estava ansioso para levar uma unidade do Mi Note Pro para casa poderá visitar o site da marca da China e reservar um exemplar antes que os estoques sejam esgotados, algo que se tornou comum quando um novo membro da linha Mi estreia publicamente. Mi Note, por sua vez, já estava sendo pré-vendido desde o início deste ano, virando um dos sucessos comerciais da companhia oriental.

Mi Note Pro é tudo o que os fãs de aparelhos rápidos buscam, trazendo tela de 5,7 polegadas em resolução Quad HD (1440 x 2560 pixels), 4 GB de RAM, chipset Qualcomm Snapdragon 810 com processador octa-core e Adreno 430 para os gráficos, 64 GB de memória para o armazenamento interno, câmera principal e frontal de 13 e 4 megapixels, respectivamente, bateria de 3.090 mAh e o Android 5.0 Lollipop, modificado pela interface MIUI desenvolvida pela própria equipe de programadores da Xiaomi. Um belo conjunto de especificações técnicas, que o colocam na categoria de elite.

Com tais configurações internas, todavia, não seria possível comercializá-lo por um preço extremamente baixo. Porém, US$ 533 ainda é considerado reduzido ao levar em conta todos os componentes de ponta presentes nas entranhas do phablet, que traduzidos para reais, resultam em R$ 1.607 na cotação atual, desconsiderando os impostos brasileiros. Xiaomi, apesar de estar atuando oficialmente em nosso país, ainda não pode vender seus produtos por aqui, aguardando até que a infraestrutura de seu site e as resoluções burocráticas estejam prontas.

(atualizado em 16 de abril de 2015, às 13:52)

Fonte: Tudocelular.com.br
Notícia originalmente postada pelo site Tudo Celular.

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *