terça-feira , 1 setembro 2015
Penedo

Promessa do surfe de apenas 13 anos morre atacada por tubarão

Uma promessa do surfe francês morreu neste domingo atacado por um tubarão. Com apenas 13 anos de idade, Elio Canestri estava surfando com mais sete colegas em uma área proibida para banhistas na ilha da Reunião, um território francês no Oceano Índico, quando sofreu o ataque que acabou abreviando sua vida.

O jovem surfista estava por volta de 15 metros para dentro do mar no momento que o tubarão o atacou, arrancando Canestri de sua prancha. Segundo as testemunhas, ele foi mordido na região do estômago e depois teve os braços e as pernas arrancadas antes de ser levado para o fundo do mar.

Um porta-voz do serviço de salva-vidas do local falou sobre o caso. “Um barco saiu prontamente e a vítima foi resgatada do mar, mas acabou morrendo por causa de seus ferimentos. Aqueles que presenciaram o ataque, incluindo outras crianças, estão sendo atendidos devido ao trama”, comentou.

Em uma rádio local, uma das testemunhas contou como foi o momento do ataque. “Foi horrível. O menino estava sempre feliz e sorrindo, todos o conheciam. Um helicóptero apareceu rapidamente e nos forçaram a evacuar a praia”, contou o espectador do triste momento.

O ataque aconteceu por volta das 9h (locais) no Cabo Homard, ou Cabo da Lagosta, uma área na região oeste da ilha. Esta não é a primeira vez que alguém é atacado por tubarões no local, que aliás é conhecido por diversos ataques.

Em fevereiro deste ano, uma nadadora de 20 anos foi mordida por um tubarão e depois acabou morrendo no hospital devido a problemas cardíacos. Um homem de 23 anos viveu situação similar em outubro do ano passado e conseguiu sobreviver, contudo perdeu a perna direita por causa do ataque.

Várias áreas da ilha da Reunião são proibidas para o banho desde julho de 2013, quando um tibarão vitimou uma garota de 15 anos em St. Paul, também na região oeste da ilha. Todas as competições de surfe e body-board foram suspensas no local, o que atrapalhou o comércio local.

O surfista francês Jeremy Flores, que cresceu na ilha, deixou seu tributo ao jovem companheiro morto. Ele publicou fotos de Elio Canestri em seu Instagram e deixou uma mensagem: “Outro ataque de tubarão na ilha da Reunião. Com apenas 13 anos, Elio era um dos nossos surfistas mais promissores. Estou com o coração partido”, lamentou.

Repordução

Fonte: Bol.com.br

Compartilhe

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*