Últimas

'Se a gente não reagir na Espanha, vai ficar para trás', afirma Nasr

Publicidade

Sem ter conseguido chegar à zona de pontuação na última etapa do Mundial de F-1, o GP do Bahrein, disputado no último domingo, Felipe Nasr espera que a Sauber consiga levar atualizações para o C34 na próxima corrida do campeonato, o GP da Espanha, que acontece no dia 10.

“Sabemos que a maioria das equipes vai levar muitas atualizações para Barcelona e, por enquanto, não sei de nada do nosso lado a este respeito”, afirmou o piloto brasileiro, que completou a prova em Sakhir na 12ª colocação –seu companheiro de Sauber, Marcus Ericsson, foi o 13º na corrida.

“Era para a asa dianteira que testamos no Bahrein ter funcionado, mas não deu certo, então agora temos que estudar direito o que vamos fazer para a corrida na Espanha porque se a gente não reagir, todo mundo vai dar um passo à frente e evoluir e a gente não”, disse Nasr.

Em quatro corridas disputadas no Mundial até aqui, o brasileiro marcou pontos em duas: na abertura do campeonato, em Melbourne, quando chegou em quinto, e no GP da China, quando completou a prova na oitava colocação.

Treinos para o GP do Bahrein

Na Malásia e no Bahrein, Nasr foi o 12º colocado. O estreante brasileiro ocupa o oitavo posto, com 14 pontos conquistados –o líder é Lewis Hamilton, da Mercedes, com 93 pontos ganhos.

Já a Sauber ocupa a quinta colocação no campeonato de construtores, com 19 pontos conquistados em quatro etapas.

A Mercedes, atual campeã mundial, é a líder da classificação com 159 pontos.

Nasr é o 31º brasileiro a correr na F-1; veja outros

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *