Últimas

Ser o azarão aguça meu 'instinto matador', diz Pacquiao antes de luta

Publicidade

Considerado o azarão nas casas de apostas para a luta do próximo sábado (2), o filipino Manny Pacquiao afirmou que não se incomoda com o rótulo e diz estar confiante para derrubar o norte-americano Floyd Mayweather.

Apontado como a luta do século, o combate, válido pela unificação dos cinturões dos pesos-meio-médios (66,7kg), será realizado no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas.

“Eu tenho algo a provar. Gosto de ser o azarão porque isso aguça meu instinto matador e meu foco”, explicou o filipino, que chamou a luta de “uma das mais importantes para meu legado no boxe”.

“Minha confiança é diferente em relação a outras lutas. Não estou nervoso, estou ansioso. Este é o momento certo para esta luta. Até pessoas que não são fãs de boxe vão querer ver a luta, então esta é a hora certa”, acrescentou.

Na entrevista, Pacquiao afirmou também que Mayweather não é o boxeador mais perigoso que já enfrentou, mas que será um adversário complicado. “Não posso dizer que ele é o mais perigoso. Já lutei com [Oscar] De La Hoya e [Juan Manuel] Marquez, mas ele será um dos mais difíceis”.

Aos 36 anos, Pacquiao, que detém o cinturão da Organização Mundial de Boxe (OMB), registra 57 vitórias, 38 delas por nocaute, cinco derrotas e dois empates.

Dono dos títulos da Associação Mundial de Boxe (AMB) e do Conselho Mundial de Boxe (CMB),Mayweather, 38, está invicto na carreira (são 47 lutas, 26 delas vencidas por nocaute).

A luta será transmitida no Brasil apenas pelo sistema pay-per-view. De acordo com a operadora, o valor da luta será de R$ 90.

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *