Últimas

Site que facilita traições deve abrir capital em busca de US$ 200 milhões


27/04/2015

17h54



<!–

Publicidade

 

–>



DE SÃO PAULO

O site Ashley Madison, que ajuda pessoas comprometidas a encontrarem parceiros para traição, está em busca de investidores.

Sediada em Toronto, no Canadá, a empresa Avid Life Media Inc., que controla o site, anunciou que deve abrir capital por meio de uma IPO (oferta pública de ações) em Londres ainda nesse ano, segundo a Bloomberg.

Com a crescente busca por seus serviços, a empresa pretende arrecadar cerca de US$ 200 milhões para expandir suas atividades internacionais e investir em marketing.

Os anúncios do Ashley Madison, que tem faturamento anual de US$ 115 milhões, usam o slogan “A vida é curta. Curta um caso”.

Reprodução
Página inicial do site que facilita adultérios Ashley Madison
Página inicial do site que facilita adultérios Ashley Madison

Segundo a agência de notícias Bloomberg, Christoph Kraemer, chefe de relações internacionais da empresa, afirmou: “A Europa é a única região onde temos a chance real de abrir capital”, em razão de sua atitude mais liberal em relação ao adultério.

Kraemer ainda disse: “Não somos mais um nicho, mas está sendo difícil encontrar apoio na América do Norte para fazer a IPO”.

Ele ainda afirmou que o site tem 36 milhões de usuários cadastrados em 46 países, incluindo o Brasil.

Hoje os usuários do site têm em média entre 30 e 45 anos, e a proporção entre homens e mulheres é de 50:50.


+ Livraria




Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *