Últimas

Taxistas são hospitalizados após ingerir pesticida em protesto em Pequim

(Atualiza motivo do protesto e acrescenta mais detalhes).

Pequim, 4 abr (EFE).- Pelo menos 30 taxistas foram hospitalizados neste sábado depois que as autoridades lhes encontraram jogados no chão em uma das avenidas comerciais mais importantes de Pequim depois que, aparentemente, ingeriram pesticida durante um protesto.

Os motoristas viajaram desde a província nortista de Heliongjiang, onde trabalham, até a capital e, segundo um comunicado divulgado na internet pela polícia local, tomaram esse produto.

Meios de comunicação locais informaram que os taxistas decidiram ir a Pequim para queixar-se pela maneira como sua empresa de táxi em Heliongjiang tinha renovado o contrato de aluguel de seus veículos.

Os taxistas realizaram seu protesto em Wangfujing, uma das áreas de lojas de luxo mais conhecidas da capital chinesa e próxima à praça de Praça da Paz Celestial.

As autoridades asseguram que os taxistas se encontram em condição estável, e enviaram várias equipes a Heliongjiang para investigar o ocorrido.

Nas fotografias que circularam nesta manhã pelas redes sociais chinesas é possível ver o grupo de taxistas deitados no chão, uma caminhonete policial e um grande número de pessoas atrás de um cordão policial.

Na China é comum que pessoas de outras províncias ou regiões se transfiram a Pequim para protestar por algum problema que não foi atendido pelas autoridades de seu lugar de origem.

Estes cidadãos são denominados “peticionários” no país asiático e geralmente são perseguidos pelo governo de seu cidade, que tenta impedir que viajem à capital para protestar.

Em algumas ocasiões, as autoridades locais inclusive acabam prendendo-as de maneira preventiva e ilegal e encarcerando-as nas chamadas “prisões negras” – quando hotéis e até asilos são usados como centros de detenção temporários.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *