Últimas

Telefônica fecha ampliação de capital para comprar a GVT

Madri, 17 abr (EFE).- A empresa espanhola Telefônica terminou nesta sexta-feira a ampliação de capital lançada em março no valor total de 3,048 bilhões de euros para a aquisição da operadora de TV brasileira GVT, uma operação na qual a demanda superou em 3,7 vezes a oferta.

Segundo informou a firma à Comissão Nacional da Bolsa de Valores (CNMV) espanhola, 99,2% da ampliação foi assinada durante o período preferencial, ou seja, pelos atuais acionistas da companhia.

Em março se anunciou que os novos títulos foram emitidos com um ágio de 9,84 euros, por isso que o preço total de subscrição seria de 10,84 euros, abaixo dos 13,6 euros que estavam cotados na manhã de hoje.

Os acionistas da Telefônica dispunham de direito de subscrição preferencial, à razão de uma ação nova por cada 16 antigas.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) autorizou em março a compra da GVT pela Vivendi por parte da Telefônica, para sua fusão com a filial no país.

Como parte do pagamento, a operação incluía a transferência por parte da Telefónica a Vivendi de 5,7% da Telecom Italia, por sua vez proprietária da TIM Brasil; assim como a tomada de uma participação na Telefônica Brasil por parte da companhia francesa.

Assim, a Telefônica reduzirá sua participação no capital da Telecom Italia para 6,7% (capital do qual se desfazerá definitivamente quando amortizar uma emissão de bônus passíveis de troca).

Por sua parte, a Vivendi passará a controlar 11,3% das ações da Telefônica Brasil – sem direito a voto nem à participação de controle -, e 8,3% das ações com direito a voto da Telecom Italia. EFE

mpca/ma

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *