Últimas

Vítimas de naufrágio no Mediterrâneo são enterradas

LA VALLETTA, 23 ABR (ANSA) – Uma multidão acompanhou nesta quinta-feira (23) o funeral das 24 vítimas cujos corpos foram encontrados no naufrágio de uma embarcação com 850 imigrantes no último fim de semana, no Canal da Sicília, na Itália. O enterrou ocorreu em Valeta, em Malta, que fica no Mar Mediterrâneo, o qual é palco diariamente de tragédias com imigrantes. Uma das vítimas enterrada hoje era um garoto com menos de 15 anos de idade.   

De acordo com as autoridades, o acidente do último sábado pode ter provocado a morte de 800 pessoas e se tornado o pior da história do Mediterrâneo desde o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945. Os outros corpos ainda não foram recuperados. A presidente de Malta, Marie Louise Coleiro, o primeiro-ministro Joseph Muscat e e o ministro italiano do Interior, Angelino Alfano, compareceram ao enterro. Segundo a Promotoria italiana, o naufrágio ocorreu após o capitão bater o barco em um navio mercante que estava na região para prestar socorro. O acidente provocou reação dos europeus, que exigem que os líderes políticos adotem medidas conjuntas para conter novas tragédias. Nesta quinta-feira (23), chefes de Estado e de Governo da Europa irão se reunir para discutir o tema. (ANSA)

Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.
Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *