Últimas

Vitinho já foi herói do Inter. Agora é reserva do reserva por decepção

Quase um mês atrás, Vitinho foi herói ao marcar o gol de empate do Internacional contra o Emelec, no Equador. Mas ao invés de se afirmar e virar opção constante ao time titular, o meia-atacante pegou o caminho inverso desde então. Reserva da equipe reserva, o camisa 21 perdeu espaço por treinos fracos e atuações discretas. Nem o sistema de rodízio salvou.

Vitinho ficou no banco contra o Brasil de Pelotas, no jogo de ida da semifinal do Gauchão. Três dias antes, diante do Cruzeiro-RS, sequer foi relacionado. Oficialmente o Inter não vê problema algum com o reforço trazido do CSKA, da Rússia, mas o UOL Esporte apurou que existe ar de decepção com o prodígio nos tempos de Botafogo.

Contratado para dar mais velocidade ao setor ofensivo, Vitinho foi o último reforço a chegar no período de pré-temporada do Colorado, poucos dias antes do final da estagia na Serra Gaúcha. Na cidade de Bento Gonçalves teve contato com a comissão técnica e os novos companheiros, mas seguiu nas semanas seguintes correndo atrás de forma física. A estreia com dois gols diante do São José-RS empolgou, mas é tratada como fato isolado na passagem do jogador pelo Beira-Rio.

Elogiado pelo poder de conclusão, velocidade e agilidade, Vitinho recebe críticas pelo empenho nos treinos e comportamento nos jogos. Oscilante em campo, acumula 12 atuações com a camisa do Inter e três gols. Todas as vezes em que iniciou como titular, saiu antes do apito final. Seja por quesito tático/técnico ou físico. Perdeu espaço para Valdívia e Jorge Henrique e viu até Luque ganhar vez no período em que esteve com a seleção brasileira olímpica.

Emprestado pelo time russo até o final do ano, Vitinho também tem contra si o momento de Eduardo Sasha. O camisa nove é o jogador mais regular do Colorado e considerado titular absoluto. Na quarta-feira o Internacional embarca para Santiago, onde encara a Universidad de Chile no dia seguinte. Presente e vital no último jogo do clube pela Libertadores, ele pode sonhar em dar uma guinada no retorno ao torneio.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *