Últimas

Atlético-MG não aproveita as oportunidades e perde para o Atlético-PR

Pontuar fora de casa e não vacilar diante das equipes que vão disputar o Campeonato Brasileiro na parte de baixo da classificação. Esse era o discurso dos jogadores e da comissão técnica do Atlético-MG antes do duelo com o Atlético-PR. Apesar do bom começo, a derrota em Curitiba, por 1 a 0, com gol de Douglas Coutinho, frustra os planos dos mineiros, que desejavam fechar a rodada na liderança do Campeonato Brasileiro.

Levir Culpi escalou o mesmo time que iniciou a goleada sobre o Fluminense. Com uma formação bastante ofensiva, o Atlético-MG se impôs, mesmo jogando na Arena da Baixada. A equipe da casa não conseguiu uma vez sequer até o minuto 20 da etapa inicial. Walter era o único do Atlético-PR que aparecia no campo ofensivo, tamanha a posse de bola do Atlético-MG.

Superioridade não convertida em gols e que custou caro. Uma falha de marcação custou caro e Douglas Coutinho abriu o placar no final do primeiro tempo. Levir tentou e mudou o time três vezes. Melhor tecnicamente e jogando ofensivamente, o Atlético-MG passou quase toda a etapa final perto do gol rival. Mas não deu. Primeira derrota no Brasileirão e sonho de se tornar líder adiado.

Já o Atlético-PR supera a desconfiança por causa do péssimo desempenho no Estadual e faz o que se espera de quem jogar contra o rebaixamento. Venceu a segunda partida como mandante e termina a rodada com seis pontos em nove disputados.

Fases do jogo: Apesar de ser o Atlético visitante, era o Mineiro que ditava o ritmo da partida. Foi assim nos primeiros minutos de jogo. Foram pelo menos três boas chances criadas, todas defendidas pelo goleiro Weverton, em duas finalizações de Lucas Pratto e outra de Carlos. Maior posse de bola, marcação no campo ofensivo e bastante troca de passes. A equipe de Levir Culpi se impôs diante do rival paranaense.

Porém, o gol não saiu e o Atlético-PR conseguiu chegar pela primeira vez ao gol de Victor. E o goleiro alvinegro teve de fazer uma grande defesa para evitar que Douglas Coutinho marcasse aos 33. Mas o atacante da equipe paranaense apareceu sozinho na pequena área para aproveitar jogada de Nikão, aos 39 minutos, e abriu o placar. Em um momento que o Altético-MG tinha muita posse de bola e pouca criação.

Problema que Levir tentou resolver no intervalo, com a entrada de Giovanni Augusto no lugar de Carlos. O volume de jogo e o número de chances criadas não foram iguais aos minutos iniciais do primeiro tempo, mas o Atlético-MG era quem buscava o jogo. Até que a equipe mineira conseguiu criar algumas boas chances, mas Pratto e Dátolo não foram felizes nas conclusões.

Depois de correr muito e lugar bastante entre os dois zagueiros do Atlético-MG, o atacante Walter acabou expulso por reclamação.

O melhor: Weverton. O goleiro do Atlético-PR evitou que o Atlético-MG abrisse o placar durante os primeiros minutos de jogo.

O pior: Thiago Ribeiro. Outra atuação apagada do atacante, que pouco conseguiu produzir.

Chave do jogo: Desarme de Natanel. Aos 28 minutos do segundo tempo o atacante Lucas Pratto sozinho e só não marcou por causa de Natanael, que tirou a bola do argentino.

Para lembrar:

Tem treino: Nada de folga para os jogadores do Atlético-MG nesta segunda-feira. Titulares vão fazer um treino regenerativo na Cidade do Galo, às 15h.

Em BH: O próximo jogo do Atlético no Brasileiro vai ser contra o Vasco, no Independência. O time alvinegro volta a jogar em casa depois de 25 dias atuando em outras cidades.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 1 X 0 ATLÉTICO-MG

Data: 24/05/2015 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Motivo: 3ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Arbitro: Thiago Duarte Peixoto (Asp.Fifa/SP)
Auxiliares: Daniel Paulo Ziolli (Asp.Fifa/SP) e Alex Ang Ribeiro (CBF/SP)
Cartões amarelos: Douglas Coutinho, Weverton, Felipe e Otávio (CAP) – (CAM)
Cartão vermelho: Walter (CAP)
Gols: Douglas Coutinho aos 39 min do primeiro tempo; Dodô aos 9min, Gladkiy aos 37min e Fernando aos 42min do segundo tempo

ATLÉTICO-PR
Weverton; Eduardo, Gustavo, Kadu e Natanael (Paulinho Dias); Otávio, Hernani, Felipe e Nikão (Guilherme Arana); Douglas Coutinho (Dellatorre) e Walter.
Técnico: Milton Mendes

ATLÉTICO-MG
Victor; Patric, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca, Dátolo e Luan (Maicosuel); Thiago Ribeiro (Jô), Carlos (Giovanni Augusto) e Lucas Pratto.
Técnico: Levir Culpi.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *