Últimas

Bom de clássico e ruim de virada: 7 pontos explicam o novo técnico do SP

O São Paulo anunciou nessa terça-feira a contratação de Juan Carlos Osorio como novo treinador da equipe. O colombiano será apresentado oficialmente na quinta-feira, 28.

Mas quais são as principais características do técnico? O que ganhou à frente das equipes onde passou? Qual sua filosofia de jogo? O site colombiano FutbolRed fez um levantamento do perfil do colombiano que o UOL Esporte destrinchou em 7 pontos para explicar tanto a personalidade como as facetas do novo comandante do São Paulo.

1 – Ex-boleiro com perfil de professor
Juan Carlos Osorio tem 53 anos e três diplomas de futebol: de treinador pela Associação Inglesa de Futebol, de gestão técnica pela Associação Holandesa de Futebol e pós-graduação em ciência do futebol pela Universidade de Liverpool. Acumula também cinco anos como assistente técnico no Manchester City, da Inglaterra, entre 2001 e 2006. E realizou trabalhos como treinador nos Estados Unidos antes de chegar ao Once Caldas e, depois, ao Atlético Nacional. Tudo isso depois de ter sido jogador de futebol profissional.

2 – “Papa-tudo” do futebol colombiano
Antes de chegar ao Atlético Nacional, o treinador colombiano não havia se destacado por grandes conquistas. Mas à frente do time de Medellín ele venceu os principais torneios da Colômbia. Ganhou três campeonatos nacionais, duas copas e uma superliga. No segundo semestre de 2013, por exemplo, bateu recordes atrás de recordes: 29 jogos sem perder, 9 vitórias consecutivas, 11 triunfos seguidos como visitante e mais de 1.000 minutos sem levar gol.

3 – Ótimo aproveitamento nos clássico e como visitante
Em sua passagem vitoriosa pelo Atlético Nacional, Osorio se caracterizou pelo ótimo aproveitamento dos pontos jogados como visitante e contra os maiores rivais. Das 117 partida disputadas fora de casa, ganhou 53: cerca de 45% de aproveitamento. Além disso, dos 14 clássicos que disputou com o time de Medellín, ganhou a metade, empatou cinco e perdeu apenas dois. Isto é, em clássicos, ganhou aproximadamente 64% dos pontos.

4 – Parceiro dos jogadores e bom “exportador”
De acordo com o site FutbolRed, da Colômbia, uma das principais características de Juan Carlos Osorio é conseguir tirar o que há de melhor de seus jogadores. Com bom relacionamento com os atletas, gosta de contar com elencos volumosos. Outra faceta do técnico colombiano à frente do Atlético Nacional foi a aposta em vários jogadores que deram certo e foram vendidos ao futebol europeu. Nos três anos que em foi técnico do time, o Atlético Nacional arrecadou mais de 20 milhões de dólares só com a venda de atletas.

5 – Não repete escalação e gosta de trocar funções e posições
Juan Carlos Osorio também foi questionado ao longo de seu trabalho no Atlético Nacional. Um dos principais problemas enfrentados pelo técnico foi a rejeição ao costume de não repetir escalações, adaptar sempre seu time à equipe adversária e fazer com que seus jogadores troquem de posições e funções entre si durante as partidas. Desde 2012, são 149 jogos sem repetir a formação do Atlético Nacional uma vez sequer.

6 – Ruim de virada e sem títulos internacionais
Outra característica do trabalho de Osorio no time colombiano foi o baixo aproveitamento dos pontos quando a equipe saia atrás do placar. Ainda segundo o site FutbolRed, no último ano e meio, foram somente oito vitórias de virada do Atlético Nacional. Além disso, nunca ganhou títulos internacionais, como as Copas Libertadores, onde foi eliminado nas oitavas de final nos pênaltis na atual edição, e Sul-Americana, em que é o atual vice-campeão após perder a decisão para o River Plate no ano passado.

7 – “Zebras” e jogadores que não deram certo
Se Juan Carlos Osorio tem aproveitamento de 64% dos pontos em clássico, o novo treinador do São Paulo foi surpreendido algumas vezes por “zebras” na Colômbia. Ainda segundo a publicação colombiana, foram 10 reveses para times de menor expressão que o Atlético Nacional. Por fim, outra crítica apresentada pela mídia caseira contra o treinador é que ele apoiou pelo menos 16 contratações que não vingaram no time de Medellín.

Ficha técnica
Nome completo: Juan Carlos Osorio Arbeláez.
Nascimento: Santa Rosa de Cabal, Risaralda (Colômbia), 8 de junho de 1961
Clubes
2006-2007: Millionarios (Colômbia)
2007: Chicago Fire (Estados Unidos)
2008-2009: New York Red Bulls (Estados Unidos)
2010-2011: Once Caldas (Colômbia).
2011: Puebla (México)
2012: Atlético Nacional (Colômbia)
2015: São Paulo FC (Brasil)
Títulos
2008: Conferência Oeste da MLS, com Chicago Fire.
2010: Torneio Finalización, com Once Caldas.
2012: Superliga da Colômbia, com Nacional.
2012: Copa da Colômbia, com Nacional.
2013: Torneio Apertura, com Nacional.
2013: Copa da Colômbia, com Nacional.
2013: Torneio Finalización, com Nacional.
2014: Torneio Apertura, com Nacional.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *