Últimas

Brasileiros já pagaram R$ 700 bilhões em impostos este ano

Os brasileiros continuam pagando cada vez mais impostos e de forma mais rápida. Hoje, às 8h, o Impostômetro, ferramenta da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) que mede o quanto já foram pagos pelos contribuintes, registrou um total de R$ 700 bilhões em tributos. Trata-se de um novo recorde, já que em 2015 o mesmo montante foi atingido no dia 9 de junho, em um claro sinal de aumento da carga tributária. O painel eletrônico completou uma década neste ano e está instalado na sede da associação, na Rua Boa Vista, no Centro de São Paulo.

O valor registrado hoje, segundo a ACSP, equivale ao montante pago em impostos, taxas e contribuições no Brasil desde o primeiro dia do ano, pagos à União, aos estados e aos municípios. A ACSP informou que a soma total irá saltar para R$ 761 bilhões na madrugada de amanhã, devido a uma nova metodologia da base de dados utilizada, a partir dos dados oficiais, divulgados pelo governo.

Com isso, de acordo com a ACSP, o Impostômetro vai girar mais rápido. Antes da mudança,  o marcador avançava cerca de R$ 4 bilhões por dia. Com a nova metodologia, passará a avançar mais de R$ 4,4 bilhões, um acréscimo de 10%. Os novos cálculos também deverão aumentar o montante ao fim do ano, já que o painel deverá bater os R$ 2 trilhões no dia 31 de dezembro.

A atualização da metodologia foi necessário, na avaliação da associação, devido à mudança da fórmula de cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2015. Com a nova metodologia, os valores exibidos pelo painel passam a considerar outras estatísticas de arrecadação de Imposto de Renda Retido dos funcionários públicos estaduais e municipais, taxas e contribuições federais relativas a arrecadações de entidades e fundos. Além disso, foram incluídas arrecadações de municípios que estavam foram da base de cálculos da Secretaria do Tesouro Nacional.

Pelo portal www.impostometro.com.br, é possível descobrir o que dá para os governos fazerem com todo o dinheiro arrecadado, como também levantar os valores que as populações dos estados e municípios pagaram em tributos. O objetivo do Impostômetro é conscientizar a população sobre a alta carga tributária e cobrar dos governos a melhoria dos serviços públicos.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *