Últimas

'Busquei ser facilitador de soluções', diz Renan após atrito com Temer

Publicidade

Em carta enviada nesta terça-feira (5) ao vice-presidente Michel Temer (PMDB), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), afirma que “sempre” buscou ser um “agente facilitar de soluções” e rejeita sua participação em indicações de nomes para o governo da presidente Dilma Rousseff.

Os dois cacifes do PMDB trocaram críticas na última semana: de forma indireta, Calheiros apontou Temer como um coordenador de RH do governo. Temer, em seguida, divulgou nota em que afirma que o Brasil precisa de políticos à altura dos desafios do país.

“Não pretendo rebater a nota de Vossa Excelência para não promover escalada retórica incompatível com nossa função institucional. Vossa Excelência tem suas razões. Eu, as minhas. Mas acima de ambos está o País”, disse Renan na carta.

Para ele, “eventuais dissonâncias fazem parte da harmonização da democracia que rege as instituições”. Ontem, Temer havia feito um afago ao colega, afirmando que Calheiros é um homem “bem elegante”, com “longa trajetória pública”.

Calheiros destacou ainda a independência do Congresso em relação ao Executivo. “A independência é condição indispensável para controle recíproco entre os poderes e não deve ser embaçada por ações incompatíveis com o exercício da Presidência do Congresso Nacional.”

Leia a íntegra da carta:

*

Excelentíssimo Senhor
MICHEL TEMER
Vice Presidente da República Federativa do Brasil,

Não pretendo rebater a nota de Vossa Excelência para não promover escalada retórica incompatível com nossa função institucional. Vossa Excelência tem suas razões. Eu, as minhas. Mas acima de ambos está o País.

Sempre busquei ser um agente facilitador de soluções afinadas com o interesse público e participar do debate de maneira construtiva. Eventuais dissonâncias fazem parte da harmonização da democracia que rege as instituições.

Transmito a Vossa Excelência – o que já fiz à Presidente da República – que qualquer indicação para cargos do Executivo, atribuídas a mim, deve ser descartada. A independência é condição indispensável para controle recíproco entre os poderes e não deve ser embaçada por ações incompatíveis com o exercício da Presidência do Congresso Nacional.

Aproveito a oportunidade para louvar suas evocações. Os conceitos ressaltados por Vossa Excelência nos aproximam e tranquilizam a Nação.

Reitero meu desejo de que Vossa Excelência, em um momento grave do País, desempenhe suas atribuições de coordenador político com êxito e me ponho à disposição para apoiar iniciativas que engrandeçam a missão que desempenhamos.

Cordialmente,

Senador Renan Calheiros

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *