Últimas

'Defendo Rafael Ilha com unhas e dentes', diz líder de fã clube do Polegar

Grupo polegar ao lado da fã (Foto: Doug Zuntta/Divulgação Trash 80's)Grupo polegar ao lado da fã Márcia Rosa em show em SP (Foto: Doug Zuntta/Divulgação Trash 80’s)

Mesmo se envolvendo em muitas polêmicas e algumas prisões, Rafael Ilha é sempre lembrado como o eterno Polegar e arrasta algumas fãs fiéis por todo o Brasil. Uma delas é Márcia Rosa, de 35 anos, líder do fã clube “Polegatas” e “Rafaeletes” no Facebook.

Após a última do cantor, na segunda-feira, 25 – ele foi preso no Deic, em São Paulo, para prestar esclarecimentos sobre uma pena antiga que constava em sua ficha criminal – a esteticista falou ao EGO que sente que ele é perseguido e que é vítima de muitas prisões desnecessárias.

Rafael Ilha (Foto: Twitter/Reprodução)Rafael Ilha (Foto: Twitter/Reprodução)

“Ele começou cedo na vida artística, então tudo isso, para um menino que na época tinha 13 anos, é um sonho. E como qualquer outro adolescente ele ficou encantado. Por isso acabou se envolvendo em caminhos errados. Mas muitas das prisões em que ele foi envolvido foram desnecessárias. Essa última de hoje foi por causa de um processo de 2008 ou 2010, se não me engano, e o advogado dele já tinha arrumado tudo. A mídia precisa ouvir o outro lado, dos fãs, que sabem que ele é do bem. Não podem fazer sensacionalismo apenas. Ele é uma boa pessoa, jamais faria algo para machucar ou forçar alguém a nada”, disse Márcia.

Em sua declaração, a fã citou o caso em que Rafael foi acusado de tentativa de sequestro, formação de quadrilha e usurpação de função pública, em 2008. Rafael teria alegado que a esteticista Karina Costa era usuária de drogas e precisava de ajuda. Mas, com o tempo, ficou comprovado que era tudo um grande engano da parte dele. A moça não era usuária de drogas.

Ainda defendendo o ídolo, Márcia Rosa fala sobre o lado família de Rafael Ilha e reforça que acredita na melhora dia após dia do cantor: “Eu defendo ele com unhas e dentes. Não só eu, mas todas as fãs. Nos dias de shows, ou mesmo pelas redes sociais, vejo essa melhora dele. Todos os dias uma nova melhora. Só os fãs realmente reparam nisso. Ele é um cara legal, de bom coração, que ama a sua família, seu filho, sua esposa. Ele ama os fãs, nos respeita e nos dá o maior carinho. Para mim ele faz parte da minha família. Eu sou uma mulher de 35 anos, bem resolvida, sei bem dosar a quem amar e defender. Defendo hoje e sempre o Rafael Ilha.”

Rafael Ilha  (Foto: Reprodução/Instagram)Rafael Ilha (Foto: Reprodução/Instagram)

Rafael Ilha cobriu internação de Huck e Angélica:
Horas antes da prisão, o cantor Rafael Ilha assumiu o papel de repórter para a Redetv! e esteve no Hospital Albert Einsten, onde cobriu a internação dos apresentadores Angélica e Luciano Huck, que sofreram algumas lesões provocadas por um pouso de emergência do avião em que estavam no domingo, 24.

Rafael publicou uma foto na frente do hospital no Instagram e escreveu: “Hospital Albert Einstein,fazendo a cobertura do estado de saúde de Luciano Huck e Angélica”.

Na própria imagem, fãs do cantor lamentaram a prisão que aconteceu mais tarde. “Rafael ‘Tamo junto!’ Tenha paciência e fé em Deus!”, escreveu um seguidor. “Perseguem demais esse moço. Qualquer pequeno deslize e olha ele preso”, declarou outro. “Rafa, infelizmente são os respingos de uma escolha errada do passado, mas tudo vai dar certo”, consolou um terceiro.

EGO nas redes sociais

Histórico de confusões:
1998 – Em setembro, Rafael ilha foi preso pela primeira vez após tentar assaltar pessoas em um cruzamento na Zona Sul de São Paulo. Na época, ele roubou um vale-transporte e uma nota de R$1 para comprar drogas. 

1999 –  Rafael foi detido mais outras vezes. A primeira em setembro, por estar dirigindo uma moto na contramão. Depois, duas prisões por porte de cocaína. Com o tempo, ficou comprovado que ele ainda era dependente químico.

2000 – Ele passou por uma crise de abstinência e chegou a engolir pilhas e caneta. O ex-cantor foi internado em um hospital de São Paulo e foi submetido a uma cirurgia para retirar os objetos. Ele ficou uma semana no hospital se recuperando da intervenção. Mas logo depois ele voltou a usar drogas.

2005 – Rafael chega a sua quinta detenção. Desta vez, ele foi atuado em flagrante por porte ilegal de arma. O ex-Polegar carregava uma arma calibre 380, que tinha a numeração raspada. No entando, a arma estava sem balas.

Rafael Ilha (Foto: Facebook/Reprodução)Rafael Ilha (Foto: Facebook/Reprodução)

2007 – No mês de setembro, o ex-Polegar passou a ver vítima e foi até a Delegacia para registrar uma agressão física. Rafael explicou que foi até a casa de um jovem com o objetivo de ajudá-lo a fazer um tratamento médico. Mas o rapaz acabou fugindo e, em um momento de desespero, Rafael acabou o perseguindo. Ao pararem os veículos, o jovem teria agredido do músico sem direito a defesa.

2008 – O caso mais grave aconteceu em julho deste ano. O ex-cantor passou mais de duas semanas na prisão. Ele foi acusado de tentativa de sequestro, formação de quadrilha e usurpação de função pública. Rafael teria alegado que a esteticista Karina Costa era usuária de drogas e precisava de ajuda. Mas, com o tempo, ficou comprovado que era tudo um grande engano da parte dele. A moça não era usuária de drogas.

2009 – Ele foi diagnosticado com transtorno bipolar e foi internado após ser encontrado por policias dentro de um elevado em um prédio de São Paulo. O cantor estava com cortes nos braços, ferimentos nas testa e a roupa toda cheia de sangue. Rafael gritava que iria se mantar.

2013 – Rafael se envolveu em um grande acidente de trânsito. Ele alega que foi fechado por um carro e, por isso, acabou batendo sua moto na Ponte Octavio Frias de Oliveira, na Zona Sul de São Paulo. O veículo foi totalmente destruído e Rafael sofreu apenas escoriações.

2015 – Nesta segunda-feira, 25 de maio, a mulher de Rafael Ilha, Aline Kezh, alega que a placa do carro do casal foi clonada e mais uma confusão foi armada, resultando na prisão do eterno Polegar.

Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *