Últimas

Disparo de foguetes de rebeldes em Aleppo mata pelo menos 12 civis

Damasco, 2 mai (EFE).- Pelo menos 12 civis morreram neste sábado, entre eles três menores, em bairros sob o controle do regime em Aleppo, a maior cidade do norte da Síria, pelo disparo de foguetes por parte dos rebeldes, informou a televisão oficial.

A emissora, que citou uma fonte da chefia de polícia, disse que “terroristas” lançaram vários projéteis contra os distritos de Sharquiya, Al Midan, Al Jalidiya, Al Sabil, Sirian e Yabariya.

A fonte acrescentou que os “terroristas” dispararam desde a zona de Beni Zaid, onde a organização Brigada dos Mártires Badr atua.

A emissora indicou que há vários feridos e que os foguetes ocasionaram, além disso, danos materiais em veículos, lojas e casas.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos confirmou estes dados, embora tenha rebaixado o número de vítimas mortais para dez, entre as quais há vários membros da mesma família.

Este ataque ocorre depois que um franco-atirador das forças leais ao presidente sírio, Bashar al Assad, matou o principal responsável da Brigada dos Mártires Badr, Khaled Sarraj, mais conhecido como Khaled Hayani, em Aleppo, segundo a ONG.

De acordo com a apuração do Observatório, dito grupo armado é responsável pela morte de pelo menos 568 civis, entre eles 130 crianças, em bombardeios com projéteis de morteiros e de fabricação caseira contra bairros residenciais em Aleppo controlados pelas autoridades.

Aleppo foi alvo de uma grande ofensiva dos rebeldes no final de julho de 2012 e de outras operações importantes posteriores, o que permitiu dominar amplas áreas, embora não conseguiram tomar seu controle total.

O oeste da população ficou em mãos das autoridades, enquanto o leste se encontra sob controle dos insurgentes.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *