Últimas

'Então tire minha credencial", diz chefe da Ferrari após críticas de Bernie

Não pegou bem com o chefe da Ferrari a crítica feita pelo promotor da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, durante entrevista concedida para o site oficial da Fórmula 1. O britânico, quando perguntado se os chefes de equipe deveriam chamar mais a atenção, como Maurizio Arrivabene tem feito, rebateu que o italiano o é “apenas para ele mesmo, não para a Fórmula 1.”

Questionado sobre a resposta agressiva de Ecclestone durante a coletiva de imprensa após o GP de Mônaco, o italiano respondeu que, “se ele estivesse descontente comigo, teria o poder de tirar minha credencial”, respondeu o dirigente. “Com todo o respeito, não tenho de responder ao Bernie a respeito do que eu faço, mas sim ao senhor Marchionne”, emendou, referindo-se ao presidente da Ferrari.

Após assumir o cargo de chefe da Ferrari no final do ano passado, Arrivanbene tem feito um bom trabalho, apostando em não apontar culpados quando as coisas não saem como planejado. Até o momento, a equipe subiu ao pódio em todas as etapas disputadas neste ano e chegou a ganhar uma prova, na Malásia. Ano passado, a Scuderia passou todo o ano com apenas dois pódios.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *