Últimas

Fábio cobra reconhecimento da seleção e dispara contra diretor da CBF

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Fábio, goleiro do Cruzeiro, questiona falta de oportunidades na seleção brasileira

    Fábio, goleiro do Cruzeiro, questiona falta de oportunidades na seleção brasileira

A boa apresentação de Fábio contra o São Paulo, na partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América, no Morumbi, reacendeu uma discussão: por que o goleiro do Cruzeiro não é convocado pelo técnico Dunga para a seleção brasileira? O assunto incomodou o próprio jogador, que disparou contra os dirigentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), citando inclusive Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções.

O capitão do time comandado por Marcelo Oliveira atribui a falta de oportunidades na equipe pentacampeã mundial à pouca influência nos bastidores do órgão que rege o esporte no país.

“Infelizmente não tenho influência nos bastidores, não tenho amizades e isso daí, às vezes, interfere diretamente. Dentro de campo, ano a ano venho mostrando o que eu posso fazer dentro do Cruzeiro e, infelizmente, não tenho esse reconhecimento da seleção”, afirmou à ESPN.

A mágoa do bicampeão nacional com Gilmar Rinaldi se dá por conta de uma declaração do coordenador antes da Copa do Mundo do ano passado, disputada no Brasil. O dirigente que atuou como goleiro entre as décadas de 1970 e 1990 teria elogiado e dito que o camisa 1 do Cruzeiro merecia disputar o torneio.

“Os critérios são diferentes comigo. Antes da Copa, o Gilmar foi perguntado sobre os goleiros que deveriam ir para a Copa. Na ocasião, ele disse que eu deveria ser o segundo. Agora, ele está lá como um dos coordenadores e nem convocado eu fui”, comentou.

Em abril do ano passado, o atual coordenador de seleções da CBF, que exercia a função de empresário à época, disse que convocaria os goleiros Diego Alves, do Valencia, da Espanha, Victor, do Atlético-MG, e Fábio, do Cruzeiro.
 

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *