Últimas

Gol, reverência a Romário e teste. Nilmar se salva no Inter reserva

Nilmar foi o grande nome do Internacional reserva que empatou com o Vasco, neste sábado (23), em jogo da terceira rodada do Brasileirão. Autor do gol gaúcho em São Januário, o atacante mostrou presença de espírito para revelar a idolatria por Romário. Diante da estátua do ex-camisa 11, fez sinal de reverência. A imagem bem que podia ser repetida pelo resto da escalação do Colorado ao seu camisa sete.

Nem Alex, muito Réver, Vitinho ou até mesmo Nilton. Foi Nilmar o melhor jogador do Inter no Rio de Janeiro. Apesar da atuação no primeiro tempo, o Colorado criou duas chances de gol – ambas com seu atacante. Na primeira, ele cabeceou para fora. Na segunda, desviou por baixo acertando o canto direito do gol do Vasco. Na comemoração, saudação a Romário e seus 1000 gols.

“Comentei no aquecimento que gostaria de fazer um gol ali para homenagear esse meu ídolo. O Romário era um gênio em campo. Queria poder jogar só 1% do que ele fez. Foi um grande jogador, merece essa reverência”, disse o jogador.

O gol e a atuação como um todo foram um teste para Nilmar. Uma prova de que ele está melhor fisicamente e pode voltar ao time titular do Inter – algo que deve ocorrer para o jogo de volta com o Santa Fe, válido pelas quartas de final da Libertadores.

“Eu sabia que ia jogar uns 60 ou 70 minutos, o Diego pediu para eu dar o máximo. Claro que eu queria seguir, o jogo estava bom, com espaços, mas a gente também entende a ideia do treinador”, comentou Nilmar, sacado para entrada de Vitinho no segundo tempo.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *