Últimas

Governo e funcionários da Fundação Casa não realizam acordo

segunda-feira, 11 de maio de 2015 – 14h43

Atualizado em
segunda-feira, 11 de maio de 2015 – 14h43

A categoria, em greve desde a quinta-feira, fará nova assembleia para decidir se suspende a paralisação


Funcionários da Fundação Casa permanecem em greve desde quinta-feira / Edno Luan/Futura Press/FolhapressFuncionários da Fundação Casa permanecem em greve desde quinta-feira
Edno Luan/Futura Press/Folhapress

A primeira reunião de conciliação entre o governo do Estado de São Paulo e funcionários da Fundação Casa, em greve desde a última quinta-feira, terminou sem acordo. Na tarde desta segunda-feira, a categoria fará uma assembleia para decidir se suspende temporariamente a paralisação, após a administração estadual ameaçar sair das negociações.

Os servidores querem um aumento salarial de 28,16%, reavaliação do benefício do plano de saúde, mais segurança no trabalho, licença maternidade de 180 dias e auxílio às crianças com necessidades especiais. O governo oferece um reajuste de 6,65%. Segundo o desembargador Francisco Ferreira Jorge Neto, a maior dificuldade é chegar ao percentual de aumento que seja viável para as duas partes.

Uma nova reunião de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho está marcada para a manhã da próxima quinta-feira. Enquanto isto, está em vigor uma liminar obriga que 70% do quadro de funcionários mantenham atividade durante a greve, sob pena de multa no valor de R$ 100 mil em caso de descumprimento. Segundo o sindicato da categoria, a paralisação atinge 90% das unidades da Fundação Casa.

Aldo Damião Antônio, o presidente do sindicato, afirmou que as negociações caminham para um acordo.

Em nota, a Fundação Casa disse que o atendimento aos adolescentes, nos 148 centros socioeducativos, mantém-se dentro da rotina, sem prejuízo.



Fonte: Band.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *