Últimas

Instável e perseguido pela torcida, Mike demonstra confiança em evoluir: "Espero ajudar mais"

Paulo Paiva/DP/D.A Press
Contra o Coritiba, no último domingo, o jogador voltou a ser alvo de críticas de parte da torcida

Saiba mais

Desde que chegou ao Sport em 2014, o atacante Mike vem oscilando entre a reserva e a titularidade no time do técnico Eduardo Baptista. Protagonizando tanto boas como más atuações, o atleta de 20 anos voltou a ganhar uma nova oportunidade na equipe após fazer o importante gol frente à Chapecoense, pela Copa do Brasil. Frente ao Flamengo, Santos e Coritiba, porém, destoou. Criticado pela instabilidade, demonstrou confiança em poder evoluir.

“Acho que jogar em um grande time tem bastante competitividade. Eu procuro dar o meu máximo em cada oportunidade que eu tiver. Dar o meu máximo, fazer gols e dar o melhor pelo time. Espero fazer mais gols e ajudar mais o time neste ano”, disse Mike.

Com Maikon Leite na iminência de ser regularizado junto à CBF e liberado para jogar pelo departamento físico do Sport, Mike deve ter uma sombra já a partir do jogo do próximo domingo, contra o Santos, na Vila Belmiro. Caso tenha seu nome divulgado no Boletim Informativo Diário da CBF ainda nesta semana, o atacante deverá ficar no banco de reservas contra o Peixe, já que ainda não tem ritmo de jogo suficiente para atuar por 90 minutos. Para Mike, a concorrência no setor ofensivo é boa para o grupo leonino.

“É bom (o fato de Maikon Leite ter chegado ao Sport). Vai ajudar muito o grupo, vai ajudar todo mundo. Acho que o grupo do Sport está se fortalecendo cada vez mais. Isso é bom para o clube e espero que ele possa nos ajudar muito”, afirmou o atacante.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *