Últimas

Jogador do River Plate é internado 2 dias após ataque em La Bombonera


Sebastián Driussi joga água para tentar amenizar a ardência no rosto

Foto:  Efe

Argentina – O meia-atacante Sebastián Driussi, do River Plate, foi internado neste sábado com encefalite (infecções agudas do cérebro), em decorrência dos efeitos do composto caseiro de pimenta que torcedores do Boca Juniors teriam lançado no túnel de acesso ao gramado do estádio La Bombonera, na última quinta-feira.

Convocado para a seleção sub-20 da Argentina, que disputará o Campeonato Mundial da categoria, o jovem jogador deixou o treino de hoje da equipe ‘millonaria’ alegando fortes dores de cabeça e acabou sendo encaminhado para um hospital de Buenos Aires.

De acordo com a agência de notícias “Télam”, Driussi passou por uma tomografia computada e um encefalograma, além de ter realizado exame de sangue. A princípio, o jogador não é considerado como paciente em estado grave.

Titular na partida de volta das oitavas de final da Taça Libertadores, Driussi retornava para o segundo tempo com os companheiros de River, quando aconteceu o ataque com um composto caseiro de pimenta picante, pimenta caiena e ácido para fermentação.

Segundo informações divulgadas pelo jornal “Clarín” e o site “Infobae”, ainda não confirmadas pela Promotoria argentina, o responsável por lançar o composto no túnel foi o ‘barrabrava’ conhecido como “El Panadero”, que é sócio do clube.

O zagueiro Ramiro Funes Mori, os lateral-esquerdo Leonel Vangioni, e os volantes Leonardo Ponzio e Matías Kranevitter tiveram inflamação química nos olhos no momento da ação. Após quase uma hora e meia de paralisação, o jogo foi suspenso com o placar de 0 a 0.

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *