Últimas

Líderes de tentativa de golpe no Burundi anunciam a rendição

Os líderes do golpe de Estado frustrado no Burundi anunciaram a rendição e vários foram detidos pelas forças leais ao presidente Pierre Nkurunziza, que conseguiu retornar ao país.

“Decidimos nos render. Espero que não nos matem”, disse por telefone à AFP o general Godefroid Niyombare, líder dos golpistas.

Mas o general Niyombare escapou das forças oficiais.

“O general Niyombare não foi encontrado até o momento, mas sabemos que está escondido em um bairro ao sul da capital”, afirmou uma fonte policial.

O próprio Ndayirukiye havia anunciado na quinta-feira o fracasso do golpe contra o presidente Pierre Nkurunziza.

Até o momento foram detidos o número dois da tentativa de golpe, Cyrille Ndayirukiye, o porta-voz dos golpistas Vénon Ndabaneze e um terceiro líder.

Fontes do governo afirmaram que o presidente pretende discursar ao país durante esta sexta-feira (15).

Nkurunziza se viu bloqueado na Tanzânia pela tentativa de golpe de Estado, mas retornou ao país.

“Ele está em Bujumbura em um local muito protegido”, afirmou uma fonte da presidência à AFP.

A tentativa de golpe aconteceu após várias semanas de protestos contra a intenção do presidente de disputar um terceiro mandato, uma medida considerada inconstitucional pela oposição, já que Nkurunziza está no fim de seu segundo mandato.

Ele ocupa a presidência desde 2005.

Nyombare foi destituído em fevereiro, depois que recomendou a Nkurunziza que não disputasse um novo mandato presidencial.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *