Últimas

Morre ex-presidente turco, líder do golpe de 1980

Kenan Evren, o general turco que liderou um golpe 1980 que acabou com anos de violência, mas cujo governo desencadeou uma onda de prisões, tortura e execuções extrajudiciais, morreu neste sábado aos 97 anos.

O ex-general, que mais tarde governou como presidente durante sete anos, morreu no hospital militar de Ancara, informou a agência estatal Anadolu, horas depois que ele foi colocado em um respirador e sua família foi chamada.

Evren foi aclamado como um herói na época do golpe, por acabar com combates entre direitistas e esquerdistas que deixaram cerca de 5 mil mortos e colocaram o país à beira de uma guerra civil. Mas mais tarde, ele se tornou uma das figuras mais controversas do país e passou a ser mais lembrado pela tortura de ex-militantes e seus simpatizantes e pela introdução de uma Constituição que restringiu as liberdades e formalizou o papel dos militares na política. Líderes políticos turcos ainda lutam para mudar a Constituição que ele ajudou instituir.

No ano passado, Evren foi julgado por crimes contra o Estado e condenado à prisão perpétua, tornando-se o primeiro general a ser julgado e condenado por liderar um golpe de estado na Turquia, que tem uma história de golpes militares.

O julgamento foi concebido como uma vitrine para ajudar a colocar fim às intervenções militares no país de uma vez por todas.

Fonte: Diário de Pernambuco
Matéria originalmente publicada pelo site Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *