Últimas

'O adolescente também é uma vítima', diz delegado da Divisão de Homicídios

Rio – “Para mim, esse adolescente também é uma vítima. Se as pessoas virem o local onde ele mora, vão entender o problema social”, afirmou o delegado titular da Divisão de Homicídios da Capital, Rivaldo Barbosa, ao comentar a apreensão do menor suspeito de matar o médico Jaime Gold. O jovem foi encontrado em conjunto habitacional do Minha Casa, Minha Vida, na Favela do Mandela, no Complexo de Manguinhos, na Zona Norte.

Com 15 passagens pela polícia, o adolescente negou participação no ataque a facas ao médico Jaime Gold, que não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada de quarta-feira. No entanto, não restam dúvidas aos agentes de que o menor estava presente na tentativa de assalto na Lagoa Rodrigo de Freitas. 

Mais de 220 pessoas morreram em 2014 vítimas de armas brancas

Família e amigos se despedem do médico Jaime Gold, esfaqueado na Lagoa

Menor suspeito de esfaquear médico Jaime Gold na Lagoa é apreendido em Manguinhos


Delgado titular da Divisão de Homicídios, Rivaldo Barbosa: “Se as pessoas virem o local onde ele mora, vão entender o problema social”

Foto:  Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

“Ele não admitiu este crime, mas confessou outros roubos de bicicleta. Pelas provas já recolhidas e pelo seguimento da investigação, ele participou deste roubo seguido de morte”, contou o delegado.

A Polícia Civil também conseguiu novas informações sobre o modo como operava a quadrilha. De acordo com os agentes, o grupo assaltava na Zona Sul e levava entre 30 e 40 minutos até o complexo de favelas. Ao ser encontrado, o menor estava em casa com a irmã, o irmão e o cunhado. Naquele momento, segundo os agentes, o menor infrator não demonstrou nenhum nervosismo. Das 15  passagens por delegacias, cinco envolviam roubos com facas ou tesouras. 


Menor suspeito de esfaquear médico na Lagoa foi apreendido nesta quinta-feira na Favela do Mandela, em Manguinhos

Foto:  Reprodução / Globo News

Dentro da casa do menor apreendido foram encontradas quatro facas e duas tesouras. Esse material ficava em corredor próximo à porta. Das 15 bicicletas apreendidas, uma estava na porta da casa e as outras estacionadas pelo condomínio.

Após a apreensão, o menor apreendido seguirá uma longa jornada. Ele deve ser encaminhado à Delegacia de Proteção a Criança e Adolescente (DPCA) para ser apresentado ao Ministério Público e ao Juizado da Infância e Juventude. De acordo com a Polícia Civil, equipes da DH seguirão nas ruas em busca de outros integrantes do grupo que praticava os roubos de bicicletas. .

Vítimas reconhecem bicicletas

Por volta das 16h30, um comerciante de 36 anos, morador no Leblon, chegou à DH para reconhecer a bicicleta furtada. Em maio do ano passado, segundo o comerciante, ao prender a bicicleta a um poste na Rua Francisco Otaviano, no Leblon, não a encontrou mais quando voltou. O comerciante contou que trouxe a bicicleta dos Estados Unidos. “É a bicicleta, mas algumas peças foram trocadas”, contou.


Policiais da DH encontraram bicicletas e armas brancas no prédio de menor suspeito de esfaquear médico na Lagoa; material estava em condomínio em Manguinhos

Foto:  Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

O delegado descartou que haja a hipotese de que pai ou mãe seja responsabilizado pelos crimes atribuidos ao menor apreendido.

Originalmente matéria publicada no Jornal O Dia (http://odia.ig.com.br)

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *