Últimas

Obra de Rothko é arrematada por US$ 46,5 milhões em leilão em Nova York

Nova York, 12 mai (EFE).- Um óleo do americano Mark Rothko foi o principal protagonista nesta terça-feira da sessão de arte contemporânea da casa de leilões Sotheby’s ao ser arrematado por US$ 46,5 milhões, seguido por um Liechtenstein, que foi vendido por US$ 41,7 milhões.

A sessão de hoje acabou ficando eclipsada pelo pregão histórico de ontem na casa Christie’s, onde “Les femmes d’Alger (Version ‘O’)”, de Pablo Picasso, e “L’homme au doigt”, de Alberto Giacometti, se transformaram na pintura e na escultura mais caras já leiloadas após atingirem o valor de US$ 179 e 141 milhões, respectivamente.

Hoje, a Sotheby’s arrecadou US$ 46,5 milhões pela obra “Untitled (Yellow And Blue)”, que Rothko pintou em 1954, uma peça avaliada inicialmente em entre US$ 40 e 60 milhões e que não superou o recorde do artista, “Orange, Red, Yellow”, arrematada na Christie’s em 2012 por quase US$ 87 milhões.

O quadro, com 242,9 por 186,7 centímetros de dimensão, representa uma figura retangular azul sobre um fundo amarelo que simboliza – segundo a Sotheby’s – a maneira na qual “o espaço material se dissolve e somos superados por um sentimento de continuidade sem fim”.

A outra obra principal da noite foi “The Ring (Engagement)” (1962), que faz parte das séries do artista de Pop Art Roy Lichtenstein sobre o amor e sobre a guerra, baseadas nas histórias em quadrinhos, ao atingir o preço final de US$ 41,7 milhões.

Outros quadros leiloados desta noite foram: “Superman”, de Andy Warhol, vendido por US$ 14,4 milhões; “Mao”, do mesmo autor, por US$ 14,4 milhões; “Abstraktes Bild”, de Gerhard Richter, por US$ 28,3 milhões; “World Crown”, de Jean-Michel Basquiat, por 11,4 milhões; e “Number 12.1950”, de Jackson Pollock, por US$ 18,2 milhões.

A casa de leilões também conseguiu US$ 27,1 milhões por “Dschungel”, de Sigmar Polke, US$ 30 milhões por “Riot”, de Christopher Wool, e US$ 6,5 milhões por “Untitled (into and behind the green eyes of the tiger monkey face 43.18)”, de Mark Grotjam, valores que estabeleceram os recordes desses mesmos autores em um leilão.

No total, a Sotheby’s faturou US$ 379,676 milhões pelos 63 lotes leiloados na noite de arte contemporânea.

A temporada de leilões continuará amanhã com outra sessão da casa Christie’s, que contará com um Lucian Freud avaliado em US$ 50 milhões, outro Rothko de US$ 45 milhões, um Bacon de US$ 42 milhões, além de um Warhol e um Basquiat de US$ 35 milhões cada.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *