Últimas

ONG denuncia 20 mortes em ataque com barril de explosivos do regime sírio

Beirute, 12 Mai 2015 (AFP) – Pelo menos 20 pessoas, incluindo crianças, morreram nesta terça-feira em um ataque com um barril de explosivos lançado por um helicóptero do regime sírio contra um ponto de ônibus em um bairro rebelde de Aleppo, norte do país, denunciou uma ONG.

“O helicóptero cometeu um massacre ao lançar um barril de explosivos contra um ponto de ônibus do setor (rebelde) de Ferdus, em Aleppo. Vinte pessoas morreram, incluindo crianças, e 30 ficaram feridas”, afirma o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

“Muitos corpos ficaram carbonizados”, informou a ONG com sede em Londres e que tem uma ampla rede de fontes na Síria.

Vídeos divulgados pelos rebeldes no YouTube, que não tiveram a autenticidade comprovada até o momento, mostram chamas e uma intensa fumaça de vários micro-ônibus e outros veículos, enquanto os bombeiros tentam, desesperadamente, controlar o fogo.

“Somente civis estavam aqui. Que Deus se vingue dele”, afirma um socorrista em um dos vídeos, em referência ao presidente Bashar al-Assad.

Também é possível observar homens transportando pessoas gravemente feridas em macas.

Aleppo, ex-capital econômica da Síria, está bloqueada desde 2012: a Força Aérea lança diariamente barris de explosivos contra setores rebeldes, enquanto os insurgentes disparam obuses contra os bairros controlados pelo regime.

O conflito sírio começou em março de 2011 com manifestações pacíficas contra o regime de Assad, mas se tornou uma complexa guerra civil, que deixou mais de 220.000 mortos.

bur-sah/fp

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *