Últimas

Pela 1ª vez no Brasil, banda Temples testará músicas inéditas em SP

Publicidade

Morar numa cidade pequena, irrelevante no circuito cultural britânico, e não ter uma gravadora poderia parecer o cenário de uma derrota certeira para uma nova banda de rock. Moradores de Kettering (a 130 km de Londres), os músicos do Temples, no entanto, viram a carreira deslanchar com músicas divulgadas na internet.

“Não importa mais o que uma rádio mainstream toca ou não. As pessoas que gostam da sua música vão conseguir te encontrar”, diz à Folha o baixista Thomas Walmsley, fundador da banda ao lado do vocalista e guitarrista James Bagshaw.

O sucesso on-line de “Shelter Song”, seu principal hit, levou a um contrato com o selo Heavenly Recordings, pelo qual lançariam seu primeiro disco, “Sun Structures”, em fevereiro do ano passado.

Antes disso, porém, o grupo de rock psicodélico já havia caído na estrada para uma turnê longa —alguns dos shows, inclusive, com abertura da banda goiana Boogarins.

Com som que lembra a psicodelia dos Beatles —embora se digam muito mais influenciados pelos Byrds—, caíram também nas graças de roqueiros de peso da Inglaterra: Johnny Marr e Noel Gallagher estão na lista de fãs.

Divulgação
A banda inglesa de rock Temples
A banda inglesa de rock Temples

Pela primeira vez no Brasil, a convite da revista “NME”, o Temples se apresenta neste sábado (16) em São Paulo com a promessa de mostrar material inédito no palco. “Não posso te contar quantas músicas serão. Mais de uma menos de 50. Vão haver algumas”, ri Walmsley.

O teste das novas canções faz parte da preparação para o segundo disco da carreira, que, conta ele, deve ser gravado aos poucos, para “evitar fórmulas”.

“Não queremos nos apressar ou deixar o álbum sair antes que estejamos felizes com ele. Então a gente está se divertindo de estar no estúdio, sem pressão”, conta, falando ao telefone de um estúdio de Kettering, no fim de abril. “É a primeira vez que nos reunimos para ensaiar. Nós começamos a gravar no início deste ano.”

Com a cidade, apesar dos poucos espaços culturais, ainda mantêm laços fortes. Tanto que, para a capa do disco de estreia, escolheram ser fotografados em um dos símbolos da região, o Rushton Triangular Lodge, “um lugar estranho, curioso, simbólico” construído no século 16.

“Sim, é uma cidade pequena. Mas nos inspira mais que qualquer outro lugar. A energia daqui, tudo se reflete na nossa música.”

CLUB NME – TEMPLES
QUANDO neste sábado (16), às 23h59 (a partir das 22h45, show de abertura com a banda carioca The Outs)
ONDE Estúdio, rua Pedroso de Morais, 1.036, Pinheiros, tel. (11) 2306-0469
QUANTO de R$ 80 (com doação de agasalho) a R$ 120
CLASSIFICAÇÃO 18 anos (16 anos, se acompanhado por responsável)

Fonte: Folha de São Paulo
www.folha.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *