Últimas
jade

Perto de voltar a competir, Jade bomba na web com fotos ousadas

Os últimos meses foram diferentes para Jade Barbosa. Afastada das competições desde agosto do ano passado por causa de uma grave lesão no joelho esquerdo sofrida durante o Campeonato Brasileiro, a ginasta de 23 anos tornou-se presença frequente nas redes sociais, chamou a atenção por suas aparições em fotos ousadas e arrancou suspiro dos fãs.  Tornou-se um sucesso na web e já acumula mais de 130 mil seguidores em seu perfil no Instagram.

Mas depois de um longo tempo sem competir, a rotina da ginasta está perto de mudar. Jade está em fase final de recuperação da cirurgia à qual foi submetida e já foi liberada pelos médicos para retomar praticamente todos os tipos de exercícios nos treinos.

Entretanto, a data para sua volta ainda é incerta. Pode acontecer ainda neste mês em uma competição por equipes na cidade de Gent, na Bélgica, em junho no Campeonato-Sul-americano de Cali (COL), ou apenas nos Jogos Pan-Americanos de Toronto (CAN), em julho. A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) ainda não definiu a formação da seleção para estes eventos.

13

“Passei por uma avaliação e estou 95% recuperada, liberada pelos médicos para fazer tudo. Não tenho mais nenhum tipo de dor. Agora minha cabeça está focada na volta às competições, porque atleta gosta mesmo é de competir. Por isso minha ansiedade só aumenta”, disse Jade, que por conta da cirurgia ficou fora do Mundial do ano passado.

Apesar do longo tempo longe dos torneios e se dedicando só aos treinos, Jade segue em excelente forma física e faz questão de mostrar isso por meio de fotos de biquíni no Instagram. Em praticamente todas as postagens, recebeu cantadas de diversos fãs, mas nada que a incomode.

“Todo mundo gosta de receber carinho e elogios. Na internet, você está exposto e eu tenho consciência disso. Vejo muitas coisas legais ali e não me incomoda em nada. Só não gosto quando passam do limite”, disse Jade.

No último fim de semana, a ginasta pôde sentir um pouco mais do carinho do público durante a disputa da etapa de São Paulo da Copa do Mundo. Ela foi muito assediada e requisitada para fotos. Mas não escondeu a frustração por não poder estar em ação ao lado das colegas de seleção.

“Deu uma dorzinha no coração não poder estar ali”, reconheceu a ginasta, cuja última grande competição no país foi os Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro.

Jade lamentou também estar fora de ação nos primeiros meses de uma temporada tão importante, que terá como ponto alto o Mundial de Glasgow (ESC), em outubro. A competição valerá classificação para os Jogos Olímpicos de 2016.

“Claro que é ruim perder estes primeiros meses da temporada. Mas no ano passado, antes da lesão, eu comecei a aumentar a dificuldade das minhas séries e isso me deixa confiante para conseguir bons resultados nesta volta e até sonhar com uma medalha no Pan. Além disso, não fiquei totalmente parada desde a cirurgia.

Fortaleci toda a parte de cima do corpo. Quero chegar bem ao Mundial”, afirmou.

Fonte – UOL

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *