Últimas
logoconexaopenedo

Policial rodoviário morre após ser baleado no Sertão de Alagoas

Ele fazia registro de um acidente de trânsito quando foi atingindo. Suspeito do crime foi preso. Caso ocorreu em Ouro Branco, na BR-423.

 

Um policial rodoviário federal morreu após ser baleado na noite de domingo (10) durante o atendimento de um acidente de trânsito, na BR-423, no município de Ouro Branco, Sertão deAlagoas.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Luiz de Gonzaga Pereira Santos, de 63 anos, estava em uma guarnição que foi acionada para atender a uma colisão lateral entre um veículo não identificado e uma motocicleta, que deixou duas pessoas mortas.

Segundo a PRF, no momento em que os policiais faziam levantamento no local da ocorrência, diversas pessoas se aproximaram do local. Por isso, os policiais rodoviários pediram para a população se afastar.

A assessoria de comunicação da PRF informou que, neste momento um homem, identificado como Jeová Rodrigues de Lima, 65, que estava em uma motocicleta, parou no local, desceu da moto e se aproximou dos corpos.

Testemunhas informaram à polícia que Santos foi questionar sobre a presença de Lima na rodovia, que não gostou da pergunta e sacou uma arma. Os dois entraram em luta corporal e houve troca de tiros.

O policial foi atingido por três disparos. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital. Já Lima foi atingido por dois tiros, um no pé e outro de raspão nas costas.

Ainda segundo a polícia, Lima ainda tentou fugir do local em sua moto. Mas, minutos depois, foi capturado pela equipe da PRF em uma maternidade de Ouro Branco, onde procurou atendimento.

O caso foi encaminhado para a Polícia Federal em Maceió. Segundo a PRF, Santos tinha 35 anos de serviço. Há cinco, poderia estar aposentado, mas optou por continuar servindo à sociedade.

 

G1

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *