Últimas

Presidentes de Boca Juniors e Conmebol se reúnem em Assunção

Asunción, 16 Mai 2015 (AFP) – O presidente do Boca Juniors, Daniel Angelici, se reuniu neste sábado com o presidente da Conmebol, Juan Ángel Napour, antes de um possível anúncio da decisão tomada em relação aos incidentes da última quinta-feira na Bombonera, onde jogadores do River Plate foram agredidos.

A reunião entre os dirigentes aconteceu na sede administrativa da Conmebol, em Luque, perto de Assunção, no Paraguai, onde desde cedo dois dirigentes do clube argentino, entre eles o secretário-geral César Martucci, defendiam uma redução de uma provável suspensão. A Fifa pediu que essa punição seja exemplar.

A Conmebol deu ao Boca até às 15h00, horário de Brasília, deste sábado, para apresentar sua defesa e esperava-se que o Tribunal de Disciplina informasse o veredito imediatamente após esse prazo, diante da gravidade dos acontecimentos.

“Ainda estão reunidos e não sei se (a decisão) sairá hoje ou amanhã”, informou à AFP Néstor Benítez, diretor de comunicação da Conmebol, ao ser consultado por volta das 19h00 de Brasília.

“Qualquer que seja a decisão, seremos prejudicados”, declarou Angelici em coletiva de imprensa na sexta-feira, em Buenos Aires.

O dirigente admitiu “toda a responsabilidade” pelos incidentes e prometeu “punição exemplar” aos torcedores envolvidos.

À espera do veredito da Conmebol, vários torcedores do Boca permanecem em frente à sede da entidade e, em conversas com a imprensa, garantem que os incidentes da última quinta-feira são uma tentativa de desprestigiar a figura do ex-presidente do Boca Juniors e candidato à presidência da Argentina Mauricio Macri, atual prefeito de Buenos Aires, muito ligado a Angelici.

“Não pode haver outra explicação”, garante um torcedor.

O lendário estádio do Boca, a Bombonera, foi fechado na quinta-feira à noite após o ataque aos jogadores do River Plate, que foram atingidos por uma substância tóxica no túnel entre o vestiário e o campo, no intervalo do jogo.

Após cerca de uma hora e meia de discussão, a partida, válidas pelas oitavas de final da Copa Libertadores, foi suspensa com o placar em 0 a 0. Na ida, uma semana antes, o River havia vencido por 1 a 0.

Fonte: Bol.com.br

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *