Últimas

Rafael Ilha deve passar a segunda noite na cadeia

Rafael Ilha (Foto: Reprodução/ Facebook)Rafael Ilha (Foto: Reprodução/ Facebook)

Rafael Ilha deve passar mais uma noite na 4ª delegacia da Divecar (Divisão de Investigações sobre Roubo e Furto de Veículos e Cargas), em São Paulo. O ex-Polegar, que estava aguardando uma decisão da SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) para ser encaminhado para um CDP (Centro de Detenção Provisória), não conseguiu vaga e vai permanecer onde está pelo menos até a manhã desta quarta-feira, 27, segundo a assessoria do local.

Inicialmente, a expectativa era que a transferência fosse feita ainda nesta terça, 26, mas o delegado, João Renato, já havia adiantado que, caso não fosse encontrada uma vaga até o começo da noite, Rafael iria continuar lá.

Enquanto isso, José Vanderlei, advogado de Ilha, continua correndo para conseguir um habeas corpus na Justiça. Ao EGO, ele afirmou que espera consegui-lo, para garantir a liberação do cliente, até às 19h. Se o documento for emitido, Rafael pode ser solto a qualquer hora.

Mais cedo, nesta terça-feira, em entrevista ao EGO, o advogado explicou que Rafael está em privativa de liberdade e que o cantor não havia cumprido uma pena branda, de prestar serviços à comunidade: “Agora ele vai para a colônia penal agrícola. Assim que me mandarem a vaga, eu encaminho ele”, afirmou João Renato, que ainda explicou a mudança no procedimento: “Quando é no regime aberto precisa ter audiência ou na delegacia ou no fórum. Como ele está no semiaberto, vai direto para a colônia”.

ego nas redes sociais

Momento depois, no entanto, o delegado mudou o discurso e esclareceu que não tem maiores detalhes no momento Nem mesmo sobre o encaminhamento de Rafael para uma colônia agrícola. De acordo com ele, o caso ainda depende de uma decisão judicial e o rumo de Rafael será decidido pela SAP (Secretaria de Administração Penitenciária). “Ele está com uma pena restritiva de direito e não sei qual descumprimento que o juiz transformou em privativa de liberdade. Isso ocorre por algum descumprimento de algum dos valores impostos. Quais são? Não sei porque isso está no Fórum. Vou encaminhar para a SAP e eles vão determinar para onde vai. Ainda não sei para onde. O que estamos fazendo é cumprir uma determinação judicial. O que levou a isso eu não sei”, afirmou o delegado.

Rafael grava vídeo da delegacia
Pouco antes de ir para a cela, Rafael fez um vídeo tranquilizando os fãs. De acordo com o delegado, o vídeo foi filmado numa das sala dos investigadores, antes de recolherem os pertences dele. Nas imagens, o ex-Polegar aparece animado e relaxado, diz que tudo não passou de uma “falta de comunicação” e ainda elogia os policiais do local.

Histórico Rafael Ilha - 26/05/2015 (Foto: EGO)

Advogado acreditava em liberação
Mais cedo o advogado de Rafael, José Vanderlei, disse que o ex-Polegar estava tranquilo e poderia ser solto ainda nesta terça-feira, 26. De acordo com o advogado, Rafael se esqueceu de informar à Justiça que mudou de endereço. Por isso, foi considerado foragido e um mandado de prisão foi expedido por conta de um processo de 2008. Vanderlei disse ainda que o ex-Polegar está vivendo a expectativa de qualquer pai, já que sua mulher, Aline Kezh, pode dar à luz a primeira filha do casal nas próximas horas.

“O parto da Aline vai ser natural e a Laurinha deve vir ao mundo nas próximas horas, então ele está vivendo a expectativa de qualquer pai. O Rafael é uma pessoa que consegue converter os maus em bons momentos. É uma questão administrativa que está tendo um destaque maior por conta do nome dele. Mas ele se acostumou a viver com o destaque da própria imagem pela carreira dele e é sempre solícito, presta esclarecimentos. Sabe que com relação a ele as coisas ficam mais dificultadas, mas não tem raiva ou mágoa, só quer tocar com a vida normalmente. Se tem alguma pendência com a Justiça, tem que resolver”, afirmou o advogado.

José Vanderlei esclareceu o motivo da prisão. “O que aconteceu foi uma tramitação administrativa. Em 2008 teve o caso em que ele foi acusado de sequestrar uma paciente quando tinha uma clínica. Eu fiz a defesa dele na época e houve uma condenação parcial. Ele foi condenado pelo Estado a prestar serviços a comunidade. O Rafael procurou a instituição por duas vezes e não conseguiu contato porque o local estava fechado. Depois disso, ele mudou de endereço, não me comunicou e não comunicou ao Estado. A intimação para que ele prestasse esclarecimentos deve ter chegado no endereço antigo e ele não recebeu. Então o Estado expediu o mandado de prisão para que ele cumpra a pena. O que aconteceu não foi nenhum fato novo, é apenas o Estado chamando a atenção do administrado”, disse Vanderlei.

De acordo com o advogado, a partir das 13h, com o início do expediente no Fórum Criminal da Barra Funda, ele estaria com Rafael na Vara de Execuções Penais aguardando o momento em que o ex-Polegar seria apresentado ao juiz que expediu o mandato. “Neste momento serão prestados todos os esclarecimentos, a comprovação da residência e será expedido o alvará de soltura. O próximo passo é ele começar a cumprir os serviços devidos”, afirmou o advogado.

Vanderlei disse ainda que não foi possível soltar Rafael na segunda-feira, 25, mesmo dia em que foi detido, pois a prisão aconteceu fora do expediente do Fórum. “Ontem a prisão aconteceu às 20h então não tinha como porque ele precisa ser apresentado ao juíz que expediu o mandato. Se fosse mais cedo, por volta de meio-dia, por exemplo, ele teria saído no fim da tarde”, falou.

Rafael Ilha com a mulher, Aline Kezh, no chá de bebê de Laura em São Paulo (Foto: Paduardo/ Ag. News)Rafael Ilha com a mulher, Aline Kezh
(Foto: Paduardo/ Ag. News)

Filho de Rafel Ilha deve nascer na quinta-feira, 28
De acordo com Aline Kezh, ele foi preso para esclarecimentos. “Ele foi até o Deic porque clonaram a placa do nosso carro. O Rafael foi verificar o que tinha acontecido e acabou sendo preso. Ao verificarem a ficha policial dele foi encontrado um mandado de prisão por conta de um resgate de uma menina de uma clínica psiquiátrica. Foi dado como sequestro”, disse ela, que está grávida de oito meses: “O bebê deve nascer no dia 28, quinta-feira. Ele com certeza já estará do meu lado”, afirmou.

Aline falou que está bastante confiante de que o cantor deixará a delegacia em breve e que tudo não passou de um mal-entendido: “Não estou nervosa, sei que é uma pena que ele já pagou. Eu não estava com ele na época, mas sei que ele cumpriu uma pena alternativa e que o caso está esclarecido. Sendo assim, nosso advogado está lá acompanhando tudo e o Rafael estará logo em casa.”

Na segunda, 25, o investigador de plantão do Deic explicou que não havia chance de Rafael Ilha ser liberado no mesmo dia. “Ele foi encaminhado para a carceragem agora há pouco. Isso só acontece quando a pessoa detida passará a noite aqui”, garantiu.

Procurada pelo EGO ainda na segunda, a mãe do cantor, Sylvia Vieira, não sabia da prisão do filho: “Falei com ele ontem e não faço ideia do motivo dessa prisão.”

saiba mais

Rafael Ilha cobriu internação de Huck e Angélica
Horas antes da prisão, o cantor Rafael Ilha assumiu o papel de repórter para a Redetv! e esteve no Hospital Albert Einsten, onde cobriu a internação dos apresentadores Angélica e Luciano Huck, que sofreram algumas lesões provocadas por um pouso de emergência do avião em que estavam no domingo, 24.

Rafael publicou uma foto na frente do hospital no Instagram e escreveu: “Hospital Albert Einstein,fazendo a cobertura do estado de saúde de Luciano Huck e Angélica”.

Na própria imagem, fãs do cantor lamentaram a prisão que aconteceu mais tarde. “Rafael ‘Tamo junto!’ Tenha paciência e fé em Deus!”, escreveu um seguidor. “Perseguem demais esse moço. Qualquer pequeno deslize e olha ele preso”, declarou outro. “Rafa, infelizmente são os respingos de uma escolha errada do passado, mas tudo vai dar certo”, consolou um terceiro.

Fonte: Ego.globo.com

Deixe seu comentário

Comentários via Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *